Enquanto Paulo Garcia gasta com flores, falta insulina na rede municipal de saúde

O prefeito de Goiânia, Paulo Garcia (PT), gaba-se de investir em flores. Nada de errado com o embelezamento da cidade. O problema é que, enquanto ele torra dinheiro com jardinagem, cerca de 1,5 mil goianienses diabéticos que dependem de insulina aguardam reposição do medicamento na rede básica de saúde do município.

O tema foi pauta de reportagem publicada nesta terça-feira no jornal OHoje. A jornalista Catherine Moraes disse que não há previsão para que a insulina volte a ser distribuída. Segundo a SMS, o motivo da falta de medicamento é a reformulação do orçamento do município, que aconteceu no mês passado, e a demora no processo licitatório.

Prioridades, prefeito. Cada um tem a sua.