Marcelo Rosa diz que tranquilidade do secretário municipal de Saúde contrasta com o sofrimento do povo

“Há um contraste entre o que a gente vê nos postos de saúde da Prefeitura de Goiânia e a tranquilidade do secretário municipal de Saúde, aqui no estúdio do Bom Dia Goiás, dizendo com toda tranquilidade que existe uma questão cultural na população que procura, segundo ele, atendimento da forma errada, e ao mesmo tempo a gente ver cenas de pacientes desesperados sem que alguém vá imediatamente prestar socorro médico”.

A frase é do apresentador do Jornal Anhanguera – 1ª Edição, Marcelo Rosa, ao comentar o descalabro do atendimento de saúde nos Cais e Ciams da Prefeitura de Goiânia.

Ele se referia à entrevista do secretário municipal de Saúde, Fernando Machado, que deu entrevista no Bom Dia Goiás afirmando que a culpa pelo mau atendimento é da população: “40% dos pacientes não deveriam estar lá. Procuram os Cais indevidamente. Deviam é estar em pronto-socorro ou ambulatórios”, disse o secretário, de fato, aparentando muita tranquilidade.

Mas o apresentador Marcelo Rosa foi contudente e concluiu que há “muita explicação e pouca ação por parte da Prefeitura”, em relação à saúde municipal.

 

LEIA MAIS:

No ar, mãe desesperada dá lição em Paulo Garcia: “A gente tem direito de ser atendida sem burocracia”

O horror, o horror: TV Anhanguera segue mostrando desespero do povo nos Cais. Agora, reportagem de 6 minutos

Secretário diz que culpa da crise nos Cais é da população: “40% não deveriam estar lá”

Parece campo de concentração nazista: TV relata desespero e angústia nos Cais da Prefeitura de Goiânia

TV Anhanguera mostra que Paulo Garcia não cumpriu promessa de melhorar os Cais até maio

Enquanto Paulo Garcia gasta com flores, falta insulina na rede municipal de saúde

Leitor do Goiás24Horas manda vídeo mostrando mau atendimento em posto de saúde de Aparecida

Drama não acaba. TV Serra Dourada mostra caos nos cais de Goiânia. Ajuda aí, Paulo Garcia!

Prefeito diz que trabalha “preferencialmente” pelos mais carentes. E o sofrimento do povo nos Cais?