João Campos, Armando Vergílio, Pedro Chaves, Heuler Cruvinel e Jovair são contra casamento gay

Enquete do jornal digital A Redação revela que João Campos, Armando Vergílio, Pedro Chaves, Heuler Cruvinel e Jovair Arantes são contra o casamento gay no Brasil.

Veja a justificativa de cada um:

 

João Campos (PSDB) – “Meu conceito de família é o conceito natural: família, casamento, é homem, mulher e prole. É o Direito Natural. Sou contra o casamento e contra a decisão do STF sobre a união estável entre pessoas do mesmo sexo. O supremo exorbitou suas funções: legislou, alterou a lei, cometeu um crime e rasgou a Constituição Federal. Isso é uma agressão ao Estado de Direito. Um absurdo!”

Armando Vergílio (PSD) – “É difícil falar sobre isso, pois você tem argumentos consistentes de ambos os lados. A rigor, sou contrário ao casamento gay, até mesmo pela minha formação cristã e religiosa. Já temos aí a união civil de pessoas do mesmo sexo, que já vem sendo aceita no âmbito civil, previdenciário e etc. O casamento teria que se discutir a mudança no âmbito constitucional. Na concepção cristã, casamento é a união estável entre um homem e uma mulher. A verdade é que o assunto é apenas uma discussão desnecessária para este momento. Serve apenas para acirrar os ânimos entre grupos antagônicos”.

Pedro Chaves (PMDB) – “A princípio sou contra. Não sei exatamente os prós e contras da matéria. Só quando a matéria vai para o plenário é que se discutem os prós e contras. Como ainda não foi debatido, não tenho opinião completamente formada sobre assunto. Eu faço parte da Comissão de Agricultura da Câmara”.

Heuler Cruvinel (PSD) – “Sou contrário à união estável homoafetiva e contra o casamento gay. Se a pessoa quiser ser gay, não tem problema, desde que não externe isso para todo mundo. É aquela coisa, cada um faz o que quiser com suas partes sexuais, mas não precisa expor pra todo mundo”.

Jovair Arantes (PTB) – “Sou contra pois eu sou líder de uma bancada na Câmara. Eu só posso emitir opinião de acordo com a bancada, minha opinião representa o desejo unitário do partido e esta opinião é contra o casamento gay”.