No seu blog, Caiado mostra contrariedade, fala de Eduardo Campos e coloca Vanderlan em segundo plano

Quem acompanha o blog do deputado Ronaldo Caiado não tem mais dúvida: o democrata ficou magoado com a forma com que Vanderlan conduziu o evento de filiação do PSB.

No texto, Ronaldo cita o neossocialista de passagem, não fala de sua candidatura ao governo, não toca no discurso nem faz elogios ao aliado. Mas, levanta a bola de Eduardo Campos e fala dos problemas nacionais.

Até da foto publicada no blog Vanderlan foi cortado.

Caiado não passou recibo, mas deixou claro sua contrariedade.

No evento, a candidatura de Vanderlan ao governo em 2014 foi colocada como fato definitivo e não houve uma referências sequer ao acordo com Caiado.

 

Confira o texto e a foto:

A força de novas alianças políticas em Goiás

Postado em 11 de maio de 2013 por Assessoria de Imprensa
Ao participar hoje (11), em Goiânia, do evento de filiação de Vanderlan Cardoso ao PSB, o deputado Ronaldo Caiado destacou o importante momento vivido pela política goiana e brasileira. “O evento de hoje com a presença do governador de Pernambuco, Eduardo Campos, mostrou o fortalecimento uma nova opção política no País porque todos acreditam na sua candidatura a presidência da República”, afirmou o líder do Democratas na Câmara dos Deputados logo após deixar a cerimônia realizada na Câmara Municipal de Goiânia com presença de prefeitos, vereadores, deputados estaduais e federais.

“Essa filiação mostra a força de novas alianças no estado. Houve a presença maciça de lideranças políticas e um discurso firme e propositivo do governador Eduardo Campos”, acrescentou o líder democrata. “A sociedade está ansiosa por alternativas em momento de retorno da inflação, de uma guerra fraticida pelo ICMS, de corrupção e de incentivo a conflitos entre índios e produtores rurais”, reiterou Caiado se referindo ao aumentos dos preços, especialmente, dos alimentos nos últimos meses e aos critérios de demarcação de terras indígenas em discussão no momento. Também mencionou a reforma do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) proposta pelo governo que tem potencial para extinguir 400 mil empregos do estado com fechamento de fábricas em importantes polos industrias de Goiás, como Anápolis, Itumbiara e Rio Verde.

Em seu discurso, Ronaldo Caiado se dirigiu a Eduardo Campos pedindo novas propostas de incentivos ao empresariado. “O governo escolhe os campeões do BNDES e os coloca chuteiras. Governador, o senhor precisa se preocupar com os que estão descalços nesse momento”, ponderou o parlamentar.

Além do deputado Ronaldo Caiado e do governador de Pernambuco, Eduardo Campos, participaram do evento o ex-governador de Goiás, Alcides Rodrigues, prefeitos, vereadores, deputados, estaduais e federais e outras lideranças do estado de vários partidos. Vanderlan Cardoso, ex-prefeito de Senador Canedo, vai presidir o PSB em Goiás.