Matéria da Rádio 730 diz que negligência no imposto progressivo pode resultar na cassação de Paulo Garcia

Mais uma dor de cabeça para o prefeito Paulo Garcia (PT). Reportagem no site da Rádio 730 mostra que a prefeitura de Goiânia não aplica o recolhimento do Imposto Territorial Urbano (ITU), cobrado em cima de áreas vagas urbanas.

“Segundo a lei, a prefeitura deve identificar os vazios urbanos, notificar o proprietário e fazer a averbação do processo no competente cartório de registro de imóveis. Feito isso, o proprietário tem o prazo de um ano para protocolar projeto de construção na área, incluindo o cronograma de obras”, diz trecho da reportagem da jornalista Andreia Bahia.

Como a prefeitura não cumpre a lei e pisa novamente a bandeira de sustentabilidade, o prefeito Paulo Garcia pode ser indiciado por improbidade administrativa e irresponsabilidade fiscal.

Veja a matéria completa