Fiasco nas articulações e fraco nas pesquisas, Wilder pode ser fritado por Caiado e virar vice

Sem chances concretas de se reeleger, o senador Wilder Morais (DEM) pode ser a opção mais viável para ocupar a vaga de vice na chapa do também senador Ronaldo Caiado (DEM). Wilder não pontua bem nas pesquisas eleitorais e segue como um desconhecido do eleitorado goiano. As mudanças nos planos também seriam consequências de uma má articulação de Caiado, além de uma tentativa de colocar em segundo plano Wilder Morais, que não tem ajudado como se esperava, a não ser financeiramente.

O pré-candidato ao governo de Goiás pelo Democratas não conseguiu, até o momento, consolidar uma aliança com o MDB, partido que ocuparia a vaga de vice ao lado do senador. O deputado federal Daniel Vilela (MDB) seria a opção de vice do democrata, mas Daniel já descartou qualquer articulação que não seja a do seu nome ao governo do Estado.

Fiasco com as articulações, Ronaldo Caiado tenta se aproximar de outros nomes para ocupar a disputa ao Senado. Uma expectativa gira em torno da senadora Lúcia Vânia (PSB), que não demostra interesses em sair da base governista.

Outra alternativa seria tentar uma reaproximação com o vereador Jorge Kajuru (PRP), mas a situação entre os dois não anda muito boa. Kajuru tem feito fortes críticas ao senador. O vereador já chegou a afirmar que Caiado foi desleal com ele.

Kajuru foi trocado pelo nome de Wilder, o que, segundo o vereador, não passou de uma articulação financeira.