Renato Monteiro devia é lamentar: Paulo Garcia destruiu conceito de sustentabilidade

A prefeitura, sob gerência de Paulo Garcia (PT):

– arquivou o ITU progressivo para beneficiar a especulação imobiliária;
– afrouxou o Plano Diretor;
– autorizou grandes construções em áreas já bastante saturadas;
– entregou terrenos ambientalmente frágeis à ambição do poder econômico;
– tentou vender zonas verdes próximas ao Paço Municipal;
– acelerou o processo de sucateamento da Saúde;
– deixou crianças de fora dos CMEIs por conta da falta de vagas;
– foi omisso com a roubalheira no Parque Mutirama
– entregou brinquedos velhos e sucateados e – para citar só mais um exemplo – já atrasou em mais de seis meses o cronograma de obras no túnel da Avenida Araguaia.

Se nutrisse amor por seu trabalho, o publicitário Renato Monteiro deveria espernear. Toda a maquiagem sustentável que ele tentou criar na campanha está se esfarelando nas mãos de Paulo Garcia.

Só não vê quem é pago para não ver.