Desmoralizado, PMDB goiano vai fazer caravana para chamar atenção da presidente Dilma

Desmoralizado pela falta de perspectiva de poder e pela ausência de nomes de peso para substituir Iris Rezende, o PMDB goiano protagoniza, no sábado, mais um ato que visa recuperar a projeção do partido em Goiás. Os deputados e prefeitos da legenda do Estado viajam juntos para Brasília para participar da convenção nacional do PMDB, no sábado.

É possível que nem o senador Renan Calheiros, nem o deputado Henrique Eduardo Alves, nem o vice-presidente Michel Temer ou qualquer outra figura de destaque no plano nacional reconheça o político que foi destacado para coordenar a caravana de Goiás: o apagado deputado estadual Samuel Belchior, que preside o diretório estadual.

Prometem participar da caravana, além de Samuel, os deputados estaduais Wagner Siqueira, Bruno Peixoto e Paulo Cézar Martins, além do prefeito Maguito Vilela e dos – igualmente apagados – deputados federais Sandro Mabel e Iris de Araújo.