Ninguém da oposição tem projeto para Goiás. Agora, dona Iris diz que vai resolver o problema e fazer uma “receita”

Nota na coluna Giro desta quarta-feira, em O Popular, revela a indigência da oposição em Goiás em matéria de planejamento administrativo.

Para quem quer assumir o Governo, em qualquer parte do mundo, é indispensável a exigência de apresentação da sua visão sobre como deve ser a gestão. Um projeto, enfim.

Vanderlan Cardoso não tem. Júnior Friboi também não. Caiado deu uma entrevista de uma página para O Popular e não conseguiu propor nada. Agora, é o próprio PMDB, como partido, que assume não ter um projeto para Goiás.

Mas a deputada federal dona Iris Araújo, sempre ela, vai assumir a responsabilidade de preparar esse por enquanto inexistente projeto – uma receita para o Estado, para usar o linguajar de cozinheira da deputada no seu programa de culinária.

Leia a nota do Giro:

Chapa única

A deputada Iris Araújo (PMDB) assumirá na sexta-feira a presidência da Fundação Ulysses Guimarães em Goiás. Diz que a meta será elaborar um plano de governo para a oposição.