Júnior Friboi não entendeu que, em Goiás, um prefeito de corrutela é mais importante que vice-presidente

Ingênuo e sem nenhuma experiência política, Júnior Friboi acreditou que trazer personalidades de Brasília para a sua festa de filiação ao PMDB iria emprestar brilho ao evento e impressionar o mundo político e a imprensa..

Erro crasso. O que é que gente como Michel Temer, vice-presidente, Agnelo Queiroz, governador de Brasília ou Valdir Raupp, senador, mesmo sendo medalhões da política nacional, o que é que eles tem a ver com Goiás?

Nada. Para Júnior Friboi, a presença do prefeito da menor corrutela do Estado seria mais importante que importar um lote de figurões nacionais para lustrar a sua filiação. e, mais ainda, para reforçar uma sua possível futura candidatura a governador.

Mas ele não entende esse tipo de raciocínio. De um modo geral, qualquer empresário, cheio de dinheiro, não ouve ninguém e pensa que, na política, resolve as coisas como no mundo dos negócios: comprando ou alugando.