Fio Direto critica Jr. Friboi por não ter apoiado marcha contra ICMS único

A coluna Fio Direto, assinada por Suely Arantes, no Diário da Manhã, critica a omissão de Júnior Friboi no movimento que protestou contra a unificação do ICMS, que prejudica Goiás.

“Não faria melhor se em vez da ruidosa e caríssima festa que patrocinou, ontem, para sua filiação ao PMDB, acompanhasse políticos e lideranças empresariais à Brasília para protestar contra a proposta de mudança no ICMS?”, pergunta a colunista.

Veja a nota:

Friboi na contramão

– Como empresário, que jura torcer para desenvolvimento de Goiás, com inúmeros negócios no Estado, Júnior Friboi se contradiz logo de cara. Não faria melhor se em vez da ruidosa e caríssima festa que patrocinou, ontem, para sua filiação ao PMDB, acompanhasse políticos e lideranças empresariais à Brasília para protestar contra a proposta de mudança no ICMS?

– Afinal, proposta prevê modificação da alíquota do importo de 7% para 4% e assim acabar com os incentivos fiscais, o que resultaria em queda na arrecadação, desemprego e outros prejuízos que Júnior Friboi sonha em governar.

– Quem apareceu, ontem, na Assembleia Legislativa calcula que Friboi gastou pelo menos R$ 250 mil na festança da adesão ao PMDB. Falta agora Ministério Público avaliar gastança e até que ponto rapapé é legal.