Relatório paralelo da CPI poupa Otoni, Velomar, Paulo Garcia, Maguito, Iris e Gomide

Alheios aos documentos e depoimentos colhidos pela CPI do Cachoeira na Assembleia Legislativa, os deputados estaduais Mauro Rubem (PT) e Daniel Vilela (PMDB) apresentaram relatório paralelo que parece tratar, também, de um mundo paralelo. O parecer ignora todas as evidências reunidas contra prefeitos e ex-prefeitos do PMDB e do PT que firmaram contratos com empresas de Carlinhos Cachoeira.

Não constam no relatório, por exemplo, o ex-prefeito de Goiânia Iris Rezende, o seu sucessor Paulo Garcia (PT), os prefeitos de Aparecida, Maguito Vilela (PMDB), e de Anápolis, Antônio Gomide (PT), além do deputado federal Rubens Otoni (PT), flagrado em vídeo suspeito ao lado do contraventor. Todos esses políticos foram denunciados, mas nenhum deles foi arrolado pela dupla Mauro-Daniel.

A pergunta é: não devem ser investigados por que?