Uma imagem vale por mil palavras: Friboi tocando berrante é o símbolo da visão antiquada e do atraso… dele

Mil dias se passarão e a festa de filiação de Júnior Friboi ao PMDB ainda estará sendo discutida – não pelo brilho, mas pelas gafes, pelo inusitado e pelos constrangimentos que protagonizaram criados no evento.

Amigos do blog 24 Horas: o simplório e ingênuo Júnior Friboi, que se apresenta como novidade política e diz que quer ser governador para modernizar Goiás, não teve vergonha dos ilustres convidados nacionais à sua festa e abriu um parênteses para toca berrante.

Parece mentira, mas… não é.

O que é que Júnior quis mostrar com esse gesto no mínimo estranho em uma reunião com políticos estaduais e nacionais?

Sabe-se que, no começo da sua vida, Júnior teria sido chefe de comitiva, comandando boiadas no nordeste em direção a Goiás. Para essa função, sim, é importante dominar a folclórica arte de tocar berrante

Para o blog 24 Horas, não tem erro: o gesto, embora utilizando um instrumento que representa um valor legítimo da cultura goiana, apenas simboliza a visão atrasada e antiquada de Júnior Friboi sobre a realidade de um Estado que definitivamente evoluiu tanto que hoje prefere curtir o ex-Beatle Paul McCartney.