Leitor de jornal impresso é cada vez mais velho, apontam pesquisas no Brasil e EUA

A média de idade dos leitores de jornais impressos está subindo no Brasil e no mundo.

O fenômeno, que registra também o desinteresse dos jovens pela mídia em papel, vai evoluir até chegar ao seu desfecho inevitável: o desaparecimento dos jornais.

Segundo a Folha de S. Paulo, que apresentou o dado em um seminário de jornalismo, em 2007 o seu leitor tinha em média 45 anos. Cinco anos depois, em 2012, passou para 47 anos.

Nos Estados Unidos, pesquisa recente da revista semanal The New Yorker concluiu que o leitor típico de jornal tem em média 55 anos de idade e está envelhecendo. Além disso, oito em cada dez americanos com idade entre 18 e 34 anos já não lêem jornal impresso, aponta o levantamento.

Ou seja: o tempo passa e o leitor de impresso, envelhece.

Jovens não gostam de jornais.