Líder do PMDB almoça com Iris, desautoriza Temer e diz que cacique peemedebista é quem comandará sucessão em 2014

Iris Rezende estava quietinho, sumido e, segundo alguns, preocupado com a colheita da soja. Mas, nesta segunda-feira ele já deu um bote. O cacique peemedebista e sua esposa, Dona Iris, receberam em almoço o líder do PMDB na Câmara Federal, deputado Eduardo Cunha (RJ).

Até aí tudo bem. No cardápio, eleições, projeções políticas e etc.

Na entrevista veio o que o troco de Iris e nem foi ele quem falou. Eduardo Cunha disse que Iris Rezende é quem vai liderar a escolha do candidato do partido em Goiás para 2014. Ou seja, é um baita recado para Michel Temer, que na quarta-feira passada praticamente oficializou o bilionário Júnior Friboi como candidato ao governo.

“O comandante aqui é o nosso governador Iris. É ele que comanda o processo aqui”, disse Eduardo, que deixou bem claro que qualquer decisão sobre 2014 passa por Iris.

Para quem esperava que Iris estava morto e seria facilmente atropelado pela boiada de Friboi, ledo engano.

A guerra só começou.