Paulo Garcia dá entrevista na Pecuária e de novo não defende Lula

O prefeito Paulo Garcia teve duas boas oportunidades – uma em entrevista a Fabiana Pulcineli, nesta terça em O Popular, e outra falando a jornalistas durante visita à Pecuária – e não defendeu o ex-presidente Lula.

Em discurso de grande repercussão na convenção nacional do PSDB, no sábado, o governador Marconi Perillo disse que sofre retaliações desde 2005, quando informou a Lula que havia um esquema de compra de deputados, mais tarde chamado de mensalão, operado pelo PT. Em tom de desabafo, Marconi chamou o ex-presidente de “canalha”.

Nas duas ocasiões, no POP e na Pecuária, Paulo Garcia – a maior expressão do PT em Goiás, devido ao cargo que ocupa – desconversou e informou que tem assuntos mais importantes a tratar.