Bancada federal do PMDB emite nota bizarra e cheia de erros grotescos para rebater declaração de Eduardo Cunha sobre Iris

O PMDB não se entende mesmo. Um fala e faz uma coisa. O outro chama outro para rebater o que foi dito. Aí uma turma emite nota para esclarecer o que alguém havia falado. E assim por diante.

O mais novo embate envolve o líder do PMDB na Câmara, o deputado federal Eduardo Cunha. Ele veio até Goiânia na segunda-feira, almoçou com Iris Rezende e disse que quem manda no PMDB de Goiás é Iris e é o cacique peemedebista quem vai decidir a respeito da sucessão de 2014.

Foi uma resposta clara a Michel Temer e ao evento-filiação-lançamento de candidatura de Júnior Friboi.

Nesta terça-feira, a bancada de deputados federais do PMDB divulgou nota contestando Eduardo Cunha.

A nota é confusa e cheia de erros infantis: nomes de Iris Rezende e Valdir Raupp estão escritos errados, letras maiúsculas e etc.

Veja a nota:

 

Sobre a opinião do Lider do Pmdb, Eduardo Cunha, na forma da escolha de candidato a governador em Goias, a bancada de deputados federais de Goiás entende que o Lider deveria cuidar do Estado dele, onde por sinal não esta conseguindo resolver o assunto. Aqui em Goias o processo é democrático, passa pelo diretório que foi totalmente renovado, passa pelas bancadas de dep federais e Estaduais, pelos prefeitos, vereadores pelos nossos líderes fundadores do partido, entre eles os Exs. governadores Iris Resende e Maguito Vilela, mas SOBRETUDO PELA VONTADE QUE A SOCIEDADE DEMONSTRAR DO PERFIL DO CANDIDATO.
A filiação do JR FRIBOI, teve este procedimento democrático através do Vice Presidente Michel Temer e do Presidente do PMDB nacional Senador Raulp, que consultaram a todos, inclusive ao Iris Resende, e somente depois disso participaram da festa de filiação que trouxe uma
grande liderança que tem a possibilidade de ser nosso candidato a governador.