Racha entre a bancada federal e o casal Iris-Iris pode crescer e dividir o PMDB

Um dia depois da publicação de artigo do comentarista Vassil Oliveira, no site Diário de Goiás, exaltando a deputada federal dona Iris Araújo como a maior liderança do PMDB, a coluna Giro, de O Popular, noticia a eclosão de uma crise antagonizando o total da bancada de deputados federais do partido com a primeira dama peemedebista.

Os deputados Leandro Vilela, Pedro Chaves e Sandro Mabel iniciaram uma rebelião contra a deputada, que quer mandar no partido, e também contra o ex-prefeito Iris Rezende – e o motivo principal é a defesa que fazem da candidatura do empresário Júnior Friboi a governador, por um lado, e condenam uma nova tentativa de Iris, que já foi derrotado três vezes por Marconi Perillo.

No Twitter, dona Iris ataca os deputados. Esses, de seu lado, também revidam ao fogo da deputada. O racha conectou-se a uma outra crise, esta nacional, entre o líder do PMDB na Câmara, Eduardo Cunha, que defende Iris, e o vice-presidente Michel Temer, que defende Júnior Friboi e está ligado aos três deputados rebeldes.

O racha, segundo a coluna Giro, tem tudo para crescer e acabar dividindo o partido.