Aliado a Iris, Eduardo Cunha pode aplicar segunda derrota seguida em Sandro Mabel

Poucos em Goiás sabem, mas antes de vir ao Estado ratificar apoio ao escanteado Iris Rezende, o deputado federal Eduardo Cunha (RJ) aplicou uma surra histórica em Sandro Mabel (GO) na disputa pela liderança no PMDB, em fevereiro.

Cunha venceu Mabel por 46 votos a 32. O goiano se decepcionou, porque esperava pelo menos 40 votos. Mais do que decepção, irritação. Tanto é que entrou com processo na justiça para tentar melar a eleição do parlamentar fluminense ao posto.

Agora, o ousado Eduardo Cunha desembarca em Goiânia para bater Mabel outra vez. Cunha está alinhado a Iris no propósito de dinamitar Júnior Friboi e Mabel. A julgar episódios anteriores, pode-se concluir que a primeira dupla está anos luz à frente da segunda.

Eis a explicação para tanto nervosismo de Mabel na entrevista à CBN hoje.