Paulo Garcia peita o MP para manter nome de d.Iris em maternidade da Prefeitura

É público e notório que a legislação e o bom senso proíbem que se coloque nomes de pessoas vivas em obras públicas.

Foi assim que o Ministério Público Estadual recomendou ao prefeito Paulo Garcia que providenciasse a mudança de nome da Maternidade Dona Iris – aliás aproveitando a quase demolição do prédio antigo e a construção de um novo.

O prefeito nem se tocou. A Maternidade vai continuar se chamando Maternidade deputada federal dona Iris Araújo, primeira dama do PMDB e no mínimo já em campanha como candidata à reeleição em 2014.

Isso não é correto.

Em Rio Verde, botaram no prédio da Câmara Municipal o nome do governador Marconi Perillo. A Câmara, acertadamente, decidiu corrigir o erro – já que Marconi está vivo e, como tem notado a oposição, bem vivo – e mudou o nome do prédio para o do ex-deputado Iturival Nascimento, da cidade.

Parabéns. Medida oportuna e exemplar.

Siga os bons exemplos, prefeito Paulo Garcia.