O silêncio de Mauro Rubem sobre o abusivo aumento da passagem é ensurdecedor

Sob o comando do PT e do prefeito Paulo Garcia, a CDTC autorizou o aumento da passagem de ônibus para R$ 3 em Goiânia.

O prefeito e o presidente da CMTC, Ubirajara Abdul, funcionário de Paulo Garcia, defenderam o reajuste, que prejudica trabalhadores, servidores públicos e estudantes. Houve manifestações de rua contra o aumento.

O deputado Mauro Rubem (PT), que se auto-intitula-se grande defensor dos fracos, oprimidos, trabalhadores e minorias (foi pra rua, de uma semana para cá, participar de passeatas em defesa de lésbicas e gays, por exemplo) calou-se sobre o aumento das tarifas.

Normalmente ruidoso nos ataques ao PSDB e governo do Estado, ele agora não se manifesta e acaba, de certa forma, apoiando o aumento da tarifa.

Quietinho por quê, deputado Mauro Rubem?