Ajuste na comunicação é só início da arrancada do projeto da reeleição de Marconi

A viagem de uma semana, por motivos particulares, do governador Marconi Perillo, aproveitando o acúmulo de feriados, é a última pausa para descanso que ele vai fazer até o processo eleitoral do ano que vem.

O governador já está 100% imbuído da disposição de disputar a reeleição, embalado pela ótima receptividade popular às suas aparições públicas e também pelas primeiras pesquisas que apontam um crescimento significativo da aprovação do Governo.

Os ajustes na máquina de comunicação do Governo, que começaram a troca da presidência da Agecom, com a substituição de José Luiz Bittencourt pelo executivo Igor Montenegro, sinalizam a determinação de alcançar resultados cada vez melhores com a profissionalização da divulgação das realizações de Marconi – tudo com apoio de consultorias especializadas que estão participando do processo.

Toda a equipe de Governo está sendo motivada para se adequar a essa nova realidade. Não é exagero dizer que, quem não afinar a viola, será convidado a deixar a orquestra.

Especialistas nacionais, de tradição tucana, estão trabalhando com o governador para ajustar o seu projeto de reeleição. Não é apenas um, como tem dito a imprensa (que aponta Rui Rodrigues, que já atuou com Aécio Neves e o governador Anastasia), mas pelo menos seis deles.

 

LEIA MAIS:

Dilma, Marconi e Alckmin ajustam ações de Governo com objetivos da comunicação estratégica

Marconi recupera, avança na cena política e oposição sobe o tom dos ataques