“Grupo” de Vanderlan ressuscita Abelardo Vaz, o prefeito que traiu Marconi e ficou desmoralizado

Abelardo Vaz, que foi prefeito de Inhumas e presidente da Associação Goiana de Municípios, acaba de ser ressuscitado pelo empresário Vanderlan Cardoso.

De triste memória, Abelardo era homem de confiança do governador Marconi Perillo e despontava como uma das lideranças políticas de maior futuro em Goiás.

Chegou a ser cogitado como candidato a vice-governador na chapa de Marconi.

Mas Abelardo foi seduzido pelo então secretário da Fazenda, Jorcelino Braga, traiu Marconi e foi coordenar politicamente a campanha de Vanderlan Cardoso – para a qual anunciou a adesão de 42 prefeitos que nunca apareceram.

Foi um desastre. E Abelardo terminou o seu mandato na Prefeitura de Inhumas com aprovação abaixo de 20%, a cidade esburacada e o resultado é que o seu candidato, Rondinelly Carvalhaes, acabou fragorosamente derrotado nas urnas –o peemedebista Dioji Ikeda, do PMDB, foi eleito como o novo prefeito de Inhumas.

Sobre a eleição de 2012, comenta o Jornal Opção: “Abelardo impôs um candidato imaturo, Rondinelly Carvalhaes, sem nenhuma expressão política, e amargou o último lugar. Carvalhaes, um político neófito, herdou a rejeição de Abelardo”.

Transformado em morto-vivo da política, sem ambiente nem ter aonde ir, Abelardo acaba de ser ressuscitado pelo empresário Vanderlan Cardoso. Ele estava de cabeça baixa no mini-encontro de Rio Verde, realizado em uma sala da Câmara Municipal, ao lado do ex-secretário Jorcelino Braga.