“O PMDB foi varrido pelo povo em 1998”, lembra Joaquim em resposta ágil a Daniel Vilela

O artigo do deputado Daniel Vilela (PMDB), publicado nesta sexta-feira em O Popular, foi respondido com um outro artigo, do secretário da Articulação Institucional, Joaquim de Castro, publicado neste sábado.

O secretário, recém empossado, mostra uma agilidade que falta em outros auxiliares da área política do Governo Marconi.

Joaquim afirma que Daniel fez uma crítica vazia, sem propostas. E afirma que a frase de Daniel – “Goiás precisa dar um novo passo em 2014” – significa um passo atrás: “Em time que está vencendo não se mexe. A menos que se queira voltar ao atraso, ao coronelismo. Os goianos não querem mais a época do endividamento irresponsável, da depredação do patrimônio público (venda de Cachoeira Dourada), dos escândalos (casos Caixego e Astrográfica)”.

Joaquim fulmina: “O deputado estadual Daniel Vilela (PMDB) integra o grupo político que o eleitor de Goiás baniu do poder no Estado com a vitória do governador Marconi Perillo (PSDB) em 1998”.