O Popular: Iris arrependeu-se de renunciar à Prefeitura e culpa o PMDB e aliados pela derrota em 2010

Em meio a uma quilométrica matéria da repórter Márcia Abreu, na edição deste domingo de O Popular, sobre a divisão interna que consome o PMDB, uma revelação bombástica: Iris Rezende arrependeu-se de ter deixado a Prefeitura em 2010, para disputar e perder a eleição para Marconi Perillo a eleição para governador.

Mas a novidade não fica só por aí.

Iris, segundo o POP, também culpa o PMDB pela sua derrota – acha que não houve empenho dos militantes peemedebistas e dos partidos aliados na sua campanha.

 

Veja o trecho da matéria que expõe as mágoas e os arrependimentos de Iris:

 

“O peemedebista (Iris Rezende) recebe com frequência diversos políticos em seu apartamento no Setor Oeste e costuma relembrar a decepção com a campanha de 2010, quando deixou a Prefeitura de Goiânia para entrar na disputa, mas não viu empenho dos militantes do PMDB e de aliados à sua candidatura.

“Hoje ele percebe que ‘não deveria ter deixado o Paço, que aquele não era o momento, que’queimou cartucho’, diz outro peemedebista da cozinha de Iris, completando que ainda assim ele afirma que não é homem de ‘deixar o partido na mão’ em caso de necessidade”.