Mauro Rubem e Marina Sant’Anna se calam e não aparecem nos protestos contra aumento da tarifa de ônibus

A colunista Marina Dutra, do Xeque-Mate, no diário O Hoje, estranhou a ausência dos “deputados comprometidos com as causas sociais” nas manifestações de protesto contra o aumento abusivo da tarifa do transporte coletivo.

Marina Dutra não cita nomes. Mas quem mais comparece a manifestações de rua em Goiânia são a deputada federal Marina Sant’Anna e o deputado estadual Mauro Rubem – ambos do PT, mesmo partido do prefeito Paulo Garcia..

Pelo menos três manifestações, promovidas por estudantis, foram realizadas em Goiânia de 10 dias para cá. Marina e Mauro Rubem não apareceram. No mesmo período, Marina esteve no ato de comemoração ao Dia Internacional contra a Homofobia na Praça do Bandeirante, no centro de Goiânia. E Mauro Rubem achou tempo de sobra para participar de um protesto do SindSaúde, uma marcha contra a homofobia e até uma Caminhada Maluco Beleza, tudo também no centro de Goiânia.

Os protestos dos estudantes tiveram como alvo a Prefeitura de Goiânia, que é a parte principal na condução dos assuntos do transporte coletivo da capital. O prefeito Paulo Garcia, em sua conta no Twitter, defendeu o aumento das tarifas.

 

LEIA MAIS:

Vem vindo uma rasteira por aí: empresas nem pensam em reduzir a tarifa por causa da desoneração fiscal

TV Anhanguera não sai dos terminais e faz reportagem de mais de 3 minutos com povo reclamando do reajuste da tarifa

Maskote diz que prefeitura defendeu aumento de passagem mais que as empresas de ônibus

Aumento da tarifa de ônibus de Goiânia, de 11,11%, foi superior à inflação do período, de 6,5%

Reajuste das tarifas de ônibus em Goiânia: exemplo de falta de comando de Paulo Garcia

Aumento da tarifa de ônibus em Goiânia foi de 11,11%, mas em São Paulo foi menor: 6,7%

TV Anhanguera abre campanha para reduzir preço da tarifa do transporte coletivo em Goiânia