Quem te viu, quem te vê. Altair Tavares defende alta no preço da passagem

O jornalista e radialista Altair Tavares escreveu um texto, no site Diário de Goiás, em que tenta explicar (?), ou justificar, o aumento da tarifa de ônibus. Leia o texto e tente entender…

 

Informação e desinformação na polêmica sobre reajuste no transporte coletivo

Escrito por Altair Tavares – Publicado em 27 Maio 2013.

É fato que qualquer reajuste em tarifa pública é desagradável para quem vai ter que assumir a despesa e essa polêmica sobre o novo valor da passagem do transporte coletivo não é diferente.

No entanto, é preciso questionar o fato de que há uma disseminação de desinformação que não contribui e, muito ao contrário, ajuda na criação de um ambiente de confusão.

Um destes fatos é a comparação entre a tarifa do transporte coletivo da região metropolitana de Goiânia, ao valor de R$3,00, com a tarifa praticada na cidade de São Paulo, em R$3,20.

A pergunta que desinformados fazem é: como é possível a diferença entre Goiânia e São Paulo ser tão pequena?

O que os questionadores esquecem, ou desinformam a população, é que a tarifa do transporte coletivo de São Paulo é subsidiada pela Prefeitura da Cidade.

Quanto a Prefeitura de São Paulo gastou em 2.012 com o subsídio?

Aproximadamente R$ 1,2 bilhão.

Qual a tarifa do transporte coletivo real da cidade de Sâo Paulo? Sem o subsídio: R$4,13.

Aquí, não se trata de defender o reajuste praticado em Goiânia, mas, sim, de avaliar a colaboração de todos para que a população seja bem informada, e não utilizada como “massa de manobra” e nem desinformada.