Caiado foi difamado e caluniado e Tribunal decide que deputado receberá R$ 1,2 milhão em indenização

A indenização por danos morais a ser paga ao deputado federal Ronaldo Caiado (DEM), pela citação feita no livro Na Toca dos Leões – A História da W/Brasil, permanece no valor de R$ 1,2 milhão.

Os integrantes da 1ª Seção Cível do Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO), ao analisarem embargos infringentes protocolados defesa do parlamentar, mantiveram o valor de R$ 100 mil a ser pago pelo publicitário Gabriel Douglas Zellmeister e outros R$ 100 mil pelo escritor Fernando Gomes de Morais. O valor de R$ 1 milhão deve ser pago pela editora Planeta do Brasil Ltda, que nem chegou a apelar e teve a sentença de primeiro grau transitada em julgado.

A ação com pedido de indenização foi protocolada em maio de 2005, depois da publicação naquele livro de supostas afirmações que Caiado teria feito contra nordestinos. A narrativa foi considerada caluniosa, injuriosa e difamatória.