Para rádio, “baderneiros querem gerar imagens de circulação nacional e estão a serviço de partidos políticos”

É unânime a condenação à baderna e violência praticada por grupos de manifestantes, durante o protesto contra o aumento das passagens de ônibus.

A Rádio 730, por exemplo, fez duro editorial em que denuncia ser interesse dos baderneiros gerar imagens de circulação nacional.

Diz ainda que “os desordeiros profissionais não agem em nome de quem anda de ônibus” e que o usuário do transporte coletivo é incapaz de atentar contra policiais ou o patrimônio alheio. E afirma que “os vândalos profissionais, baderneiros escolados na malandragem, na politicalha, são bagunceiros a serviço deste ou daquele partido político”.