Crise na Câmara: Paulo Garcia tenta colocar cabresto em Paulo Magalhães. Vereador não aceita e reage

O tempo fechou entre o prefeito Paulo Garcia e o vereador Paulo Magalhães. O petista encontrou o vereador casualmente na Secretaria de Governo, no Paço, e foi tirar satisfações a respeito de um voto contrário a veto do governo na Câmara.

“Por que você votou no projeto do Geovani e contra a orientação da líder Célia Valadão?”, questionou o prefeito em tom de inquisição.

Sem graça e com sorriso amarelo, Paulo tentou escapar: “Prefeito, o senhor vai me desculpar, mas cheguei à Câmara para votar todas as matérias de interesse da população, e o projeto do Geovani é um bom projeto, que se preocupa com o impacto de trânsito e vizinhança”.

O prefeito não se deu por satisfeito e apertou ainda mais o vereador: “Vocês têm de votar de acordo com a líder. O Geovani é adversário”.

Emparedado pelo prefeito, Paulo manteve a posição: “O senhor conta comigo dentro das minhas condições”.

Irritado, o prefeito deixou a sala e Paulo falando sozinho.