Contra o ponto digital para vereadores, Clécio argumenta: “Eles têm ações extrapolares…”

Na sua luta contra o projeto do ponto digital para vereadores na Câmara de Goiânia, o presidente da Casa, Clécio Alves, apela para todos os recursos, até mesmo inventar palavras.

Foi isso que ele fez nesta sexta-feira ao ser entrevistado na rádio CBN/Goiânia.

Ao explicar que o projeto é desnecessário, o peemedebista disse:

“O vereador ele tem ações extrapolares”.

Repetindo:

“O vereador tem ações extrapolares”.

Extrapolou, não?

Veja a matéria do site de O Popular:

 

Goiânia

Presidente da Câmara Municipal critica proposta de ponto eletrônico

CBN Goiânia 31 de maio de 2013 (sexta-feira)

Nos últimos dias, um assunto tem esquentado os bastidores da Câmara Municipal de Goiânia. Um projeto de autoria do vereador Paulo Magalhães propõe a aplicação de ponto eletrônico. Pelo texto, os parlamentares deveriam registrar a presença de forma biométrica ao menos três vezes em cada manhã entre terça e quinta-feira, dias de sessões ordinárias na Casa. A alegação para a proposta é a falta de frequência dos vereadores as sessões.

No entanto, o presidente da Câmara Municipal de Goiânia, Clécio Alves, acredita que o projeto é desnecessário. “O vereador ele tem ações extrapolares. Há momento em que é necessário se deslocar a um determinado bairro ou região, no Paço, em órgãos municipais e até mesmo estaduais. Temos três sistemas de conferência de ponto na Câmara: o painel eletrônico, a assinatura de próprio punho e a ata da sessão”, diz.

Em plenário, o autor do projeto, Paulo Magalhães chegou a fazer acusações contra o presidente da Câmara Municipal. Segundo ele, Clécio Alves teria ameaçado vereadores para que o projeto do ponto eletrônico não seja aprovado. O presidente da Câmara nega as acusações.

 

LEIA MAIS:

Paulo Magalhães sobre a gazeta na Câmara: “Tem vereador igual a beija-flor”

Paulo Magalhães reage ao cabresto de Paulo Garcia: “Não somos meninos de recado”

Em conflito com Clécio, Paulo Magalhães denuncia pressão e ameaça renunciar ao mandato

Clécio pressiona vereadores para votar contra ponto digital na Câmara, denuncia Paulo Magalhães em plenário

Paulo Magalhães revida, não aceita explicação de Clécio e ameaça: “O sr. me conhece como amigo e não como inimigo”

Bafafá na Câmara sobre o ponto para vereadores. Clécio: “Não vou perder tempo com esse assunto”

Clécio pressiona vereadores para votar contra o ponto digital na Câmara, denuncia Paulo Magalhães em plenário

Câmara de Goiânia enquadra Paulo Magalhães e engaveta projeto do ponto digital