Depois que o POP faz o trabalho do MP, promotor aparece para fazer média

Depois que o jornal O Popular fez o trabalho que deveria ter sido pelo feito pelo Ministério Público Estadual, denunciando a manipulação das planilhas das empresas de ônibus que sustentaram o reajuste abusivo da tarifa do transporte coletivo, aparecem promotores na internet tentando tapar o sol com a peneira.

Um deles é Fernando Krebs, que nunca disse um “a” sobre o reajuste da tarifa e, mesmo integrando o MP Estadual, não se mexeu para ajudar a investigar e a apurar essa história do aumento abusivo da tarifa – que O Popular esclareceu em definitivo neste sábado.

Olha o que o dr. Krebs diz no Twitter na manhã deste sábado, depois, é claro, de ler O Popular e tomar conhecimento daquilo que competiria à sua instituição descobrir:

 

Fernando A. Krebs @promotorkrebs

A capa do Popular de hoje vai dar o que falar…promete fortes emoções…

Empresas de ônibus devolverão a parte da tarifa, referente aos impostos inexistentes? Houve dano moral coletivo?

 

LEIA MAIS:

O Popular faz trabalho que MP, omisso, deixou de fazer na crise do transporte coletivo

Contrato que cobra do povo tarifa com impostos inexistentes é do tempo de Iris na Prefeitura

O Popular prova que planilhas das empresas são fajutas. E agora, Paulo Garcia?

Presidente da CMTC ataca Procon mais uma vez e dispara: “Está mal informado”

Piada do ano: revisão e auditoria nas planilhas das empresas vão durar 2 meses

Planilhas apontam 35% de gasto com combustível, Procon fala em 20%, mas em SP não passa de 17%

JA 2ª Edição informa que aumento da tarifa do ônibus foi “irregular”. Segundo o Procon, planilhas são furadas

Aumento da tarifa de ônibus de Goiânia, de 11,11%, foi superior à inflação do período, de 6,5%

Aumento da tarifa de ônibus em Goiânia foi de 11,11%, mas em São Paulo foi menor: 6,7%