Dilma e Lula não foram ao jogo do Brasil no Maracanã por medo de levarem vaia

Duas ausências fora sentidas no jogo da seleção, no domingo, contra a Inglaterra, na reabertura oficial do estádio Maracanã. A presidente Dilma e Lula não marcaram presença, nem mesmo em camarotes fechados.

Ao contrário de Aécio Neves e Fernando Henrique Cardoso, que ficaram bem próximos dos torcedores. Os dois petistas evitaram o estádio com medo de levarem vaias. Afinal, o governo Dilma não anda nada bem. Inflação voltando, economia não deslancha, Petrobras falida e por aí vai. E Lula ainda colhe os resquícios do julgamento do mensalão.

Dilma e Lula estiveram no Maracanã em abril na pré-inauguração do estádio, num evento que contou com pouco público. Apenas funcionários que trabalharam nas obras e familiares estavam presentes para ver o jogo entre Amigos do Bebeto e Amigos do Ronaldo.