Fim de carreira… Túlio entra na Justiça contra Botafogo e quer R$ 1,5 milhão por não ter feito o gol 1.000

O folclórico centroavante goiano Túlio Maravilha, que diz ter 998 gols na carreira, entrou com um processo na Justiça do Trabalho contra o Botafogo com o pedido de indenização de R$ 1,5 milhão.

O jogador de 44 anos se sente prejudicado porque o projeto “Túlio a 100 – 7 gols de solidariedade”, feito para que ele fizesse seu milésimo gol na carreira, está parado. Ele considera que abdicou de outras atividades para se dedicar a esta meta.

Nos últimos portais divulgaram que Túlio estaria passando por dificuldades financeiras. Ele foi vereador pelo PMDB e era famoso pelas faltas na Câmara e pela grande quantidade de projetos que apresentava – a maioria bizarra, é claro.

Na semana passada o jogador reclamou da atitude do Botafogo num post no Facebook.

“O único responsável pelo projeto do gol mil se chama Botafogo. Não conheço terceiros como intermediários do projeto. Espero ter sido bem claro. Botafogo o ÚNICO responsável pelo projeto falido.”