Sindicatos vão gastar dinheiro de servidores para fazer propaganda política contra o governador do Estado

Entidades que compõem o auto-intitulado Fórum em Defesa dos Servidores e dos Serviços Públicos de Goiás decidiram confeccionar propaganda política contra o governador do Estado com o dinheiro das contribuições sindicais dos funcionários públicos.

A ideia é produzir um panfleto denunciando à população que mais uma norma legal é desrespeitada pelo governo, em prejuízo dos servidores.

A cartilha, paga com o dinheiro do servidor, será feita com o suposto objetivo de esclarecer a população sobre o desperdício de recursos públicos na concessão de benefícios fiscais pelo Governo de Goiás, o nepotismo(que já foi proibido em Goiás), itens no discurso de oposição, principalmente do deputado Mauro Rubem.

A maioria dos dirigentes sindicais que compõem o Fórum é filiada ao PT e apoiaram abertamente a candidatura de Iris Rezende em 2010.

Nada contra as reivindicações dos servidores públicos, mas tudo contra o uso dessas bandeiras como instrumento político-eleitoral de partidos e parlamentares.