EXCLUSIVO Em vídeo, ex-coordenador de Caiado em Anápolis denuncia tentativa de suborno de R$ 150 mil e ameaça de morte; ele promete divulgar imagens bombásticas nesta terça-feira (7)

Ex-coordenador político de Ronaldo Caiado (DEM) em Anápolis, Fábio Escobar bota a boca no trombone e diz que sofreu tentativa de suborno para recuar de denúncia de caixa dois na campanha eleitoral.

Escobar disse que foi procurado por um empresário que lhe teria oferecido R$ 150 mil para se calar diante das denúncias de irregularidades na campanha de Caiado em Anápolis, que envolvem o presidente do DEM na cidade e atual diretor da Codego, Carlos César Toledo.

“Não foi só caixa dois, mas também falsidade ideológica e formação de quadrilha”, assinalou Escobar, que diz que também foi ameaçado de morte se não aceitasse o suborno e que gravou vídeo do empresário com o dinheiro.

Ele prometeu divulgar nesta terça-feira (7), depois de ir ao Ministério Público e a uma delegacia de polícia especializada, divulgar o vídeo e mostrar com que o governador Ronaldo Caiado (DEM) se meteu com bandidos em Anápolis.

Se comprovadas, os crimes que Escobar afirma que foram perpetrados podem acarretar cassação do mandato do governador Caiado.