EXCLUSIVO: Wesley Batista pediu não só liminar para livrá-lo da CPI dos Incentivos, mas que a decisão fosse mantida em segredo de Justiça

Informação exclusiva e que chamou atenção dos deputados estaduais: além de requerer uma liminar que o livrasse de depor nesta segunda-feira na CPI dos Incentivos Fiscais da Assembleia Legislativa nesta segunda-feira, Wesley Batista, da JBS Friboi, reivindicou à Justiça que a CPI fosse proibida de divulgar à opinião pública que a liminar foi concedida – o que é absurdo. 

Ver mais

Talles Barreto pergunta o que Wesley Batista e a JBS têm a esconder da CPI dos Incentivos Fiscais

O deputado estadual Talles Barreto (PSDB) afirma que Wesley Batista, presidente da JBS Friboi, perdeu uma “ótima oportunidade” de esclarecer a sua relação com o governo de Goiás – mais especificamente a respeito dos incentivos fiscais – ao reivindicar uma liminar para livrá-lo de depor na CPI dos Incentivos Fiscais da Assembleia. Talles pergunta o que Wesley tem a esconder. 

Ver mais

Em liminar que livrou Wesley Batista de depor na CPI, desembargadora diz que não está claro se ele é testemunha ou investigado

Autora da decisão liminar que livrou Wesley Batista (JBS Friboi) de depor na CPI dos Incentivos Fiscais da Assembleia nesta segunda-feira, a desembargadora Sandra Regina Teodoro Reis argumenta que não está claro se a CPI deseja ouvi-lo como investigado ou testemunha. Além disso, diz que Wesley não é obrigado a depor contra um parente (já que o fundador da JBS é seu pai). 

Ver mais

TEMPO REAL: Major Araújo defende quebra de sigilos fiscal, bancário e telefônico de Wesley Batista, da JBS

Inconformado com a liminar judicial que livrou Wesley Batista (JBS Friboi) de depor na CPI dos Incentivos Fiscais da Assembleia nesta segunda-feira, o deputado estadual Major Araújo (PSL) defendeu a quebra de sigilos bancário, fiscal e telefônico do todo-poderoso do ramo de síntese de proteína animal. “Está na hora de a CPI endurecer o jogo”, afirma Major.

Ver mais

TEMPO REAL: Henrique Arantes defende que Wesley Batista, da JBS, seja buscado pela polícia e “debaixo de vara” para depor na Assembleia

Certo de que a Assembleia Legislativa vai conseguir derrubar a liminar que livrou Wesley Batista (JBS Friboi) de depor na CPI dos Incentivos Fiscais nesta segunda-feira, o deputado estadual Henrique Arantes (MDB) afirmou nesta segunda-feira que na próxima data marcada para o depoimento, Wesley precisa ser buscado pela polícia e “debaixo de vara”. 

Ver mais

TEMPO REAL: deputado acusa Justiça de “atropelar Assembleia” com liminar que livra Wesley Batista de depor

O deputado estadual Henrique Arantes (MDB) disse há pouco que sente-se inconformado com a liminar, concedida pelo Tribunal de Justiça, que livrou o sócio-proprietário da JBS Wesley Batista de depor na CPI dos Incentivos Fiscais nesta segunda-feira. Henrique afirma que a Justiça “atropelou” as prerrogativas da Assembleia. 

Ver mais

URGENTE: Wesley Batista consegue liminar que o livra de depor na CPI dos Incentivos Fiscais. Assembleia vai recorrer

O presidente da CPI dos Incentivos Fiscais, Álvaro Guimarães (DEM), foi notificado de que Wesley Batista – sócio-proprietário da JBS que havia sido convocado para depor nesta segunda-feira – conseguiu uma liminar na Justiça livrando-o de depor na Assembleia. A CPI já avisou que vai recorrer com o objetivo de cassar a liminar. 

Ver mais

Lêda Borges propõe política de incentivo a feiras de produtos veganos e vegetarianos

Está em tramitação na Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) o projeto de lei nº 6005/19, de autoria da deputada Lêda Borges (PSDB), que propõe a implantação de uma política estadual de incentivo às feiras de produtos veganos e vegetarianos em Goiás. Aprovada preliminarmente em plenário, a propositura está em discussão e votação na Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ).

Ver mais

Imagem do dia: Aidar não afina, peita empresários e detona anúncio pago para atacá-lo

A imagem marcante desta quinta-feira é do deputado estadual Humberto Aidar esbravejando na tribuna da Assembleia contra os empresários goianos que insistem em manter a mamata dos incentivos fiscais. Atacado pelo Fórum Empresarial numa nota publicada na capa de O Popular, Aidar peitou o empresariado. Num discurso duro, o relator da CPI dos Incentivos Fiscais disse que a Comissão não vai recuar. “Poderiam dizer quanto custou esta nota? A palavra é intimidação! Querem intimidar esta Casa em seu trabalho na CPI dos Incentivos Fiscais”, afirmou Aidar.

Ver mais

Lêda Borges declara apoio à luta contra manicômios: “pessoas com transtornos mentais merecem respeito”

Em discurso realizado no Pequeno Expediente da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), a deputada estadual Lêda Borges (PSDB) declarou apoio à Luta Antimanicomial. Para a parlamentar, pessoas com transtornos mentais devem ser tratadas com respeito, dignidade e liberdade como qualquer cidadão. Pronunciamento foi feito na tarde desta quinta-feira (10).

Ver mais

Cláudio Meirelles pergunta por que Ministério Público não abre investigação alguma contra Caiado

No grande expediente desta quinta-feira, na Assembleia Legislativa, o deputado estadual Cláudio Meirelles (PTC) perguntou por que o Ministério Público nunca abre inquéritos contra o governador Ronaldo Caiado (DEM), em que pese a farta quantidade de indícios de irregularidades publicadas nos meios de comunicação todos os dias (a mais recente, lembrou Cláudio, é a notícia do jornal O Popular de que Gracinha Caiado recebeu R$ 19 mil dos cofres públicos, mesmo sem ter cargo no governo, para fazer uma viagem a Roma). “Parece que só há interesse do MP em investigar nós, deputados”. 

Ver mais

Henrique Arantes diz por que não vai dar ninguém no leilão de ações da Saneago. Confira

O deputado Henrique Arantes (MDB) apostou, nesta quinta-feira, que não haverá interessados em adquirir os 49% das ações da Saneago, que Caiado está disposto a vender. Primeira razão: porque vai gastar muito dinheiro para não mandar na empresa. Segunda razão: porque há apenas duas cidades superavitárias (Goiânia e Anápolis), que geram receita para se investir nas menores, e a concessão de Goiânia está muito perto de vencer. Terceiro: porque há um forte movimento pela municipalização do serviço de abastecimento de água. 

Ver mais

Lêda critica venda de ações da Saneago na véspera do fim da concessão de Goiânia: “vai render muito menos”

A deputada estadual Lêda Borges (PSDB) fez, nesta quinta-feira, duras críticas à decisão do governador Ronaldo Caiado de vender ações na Saneago em um momento tão delicado para empresa, já que a concessão de Goiânia está prestes a vencer e Quirinópolis expulsou a Saneago do município nesta quinta: “as ações vão valer muito menos do que realmente valem se forem vendidas agora. O que o presidente da Saneago tem de fazer agora é correr atrás da renovação da concessão de Goiânia”.

Ver mais

Aidar, sobre empresários: “são maricas, todos eles, quando estão de frente com aquele homem alto, de fala grossa (Caiado)”

Em pronunciamento na Assembleia Legislativa na tarde desta quinta-feira, o deputado Humberto Aidar (MDB) chamou empresários goianos acostumados à mamata dos incentivos fiscais de “covardes e medrosos” por atacarem só a ele, e não ao governador Ronaldo Caiado. “Assombração sabe para quem aparece, são covardes. Falam mal do Ronaldo por aí, mas são maricas, todos eles, quando estão de frente com aquele homem alto, de fala grossa. Enfrentem a mim e ao Ronaldo. Quem sabe sobra até para dona Gracinha”. Veja aqui a íntegra do pronunciamento do deputado. 

Ver mais

Humberto Aidar: “empresários são covardes, medrosos. Atacam só a mim porque têm medo da chibata do Caiado”

O deputado Humberto Aidar (MDB) voltou a usar a tribuna da Assembleia Legislativa para responder entidades empresariais que atacaram-no com nota na capa do jornal O Popular, nesta quinta-feira. A coragem dessa gente tem limite. Por que atacam só a mim? São covardes. Têm medo da chibata do Caiado. Enfrentem o governador. Ameacem colocar a cara dele junto a minha nos outdoors Goiás afora. Ponham o nome dele junto com o meu na nota de jornal. São covardes, medrosos”.

Ver mais

Henrique Arantes responde Zé Mário Schreiner, que assina nota de ataques à CPI dos Incentivos Fiscais: “Ponha-se no seu lugar”

Schreiner, enquanto deputado federal e presidente da Faeg, deveria reconhecer a importância dos parlamentares. No entanto, assina nota em que acusa a Assembleia de agir irresponsavelmente. Irresponsável é ele, ao não respeitar os deputados estaduais de Goiás. Todos os empresários convocados tiveram o direito de contestar os dados da Secretaria Estadual de Economia. Fica o meu repúdio ao deputado federal que representa o nosso Estado, que deveria reconhecer a nossa autonomia. Senhor Schreiner, ponha-se no seu lugar não interfira na Assembleia. O senhor desrespeita a Assembleia. Fique no seu lugar”. 

Ver mais

Lucas Calil pergunta: por que empresários atacam um deputado e não Caiado, que é quem manda?

É muito boa a pergunta feita nesta quinta-feira pelo deputado estadual Lucas Calil (PSD): por que os empresários capitaneados pela Fieg e pela Adial despejam artilharia no deputado Humberto Aidar (MDB), relator da CPI dos Incentivos Fiscais, e não no governador Ronaldo Caiado (DEM), que é quem realmente tem a palavra final neste assunto? 

Ver mais