Deputados dizem que André Rocha foi bem na CPI dos Incentivos, mas não convenceu

A avaliação dos deputados que integram a CPI dos Incentivos Fiscais na Assembleia Legislativa é que depoente desta segunda-feira, o presidente da Sifaeg  (Sindicato da Indústria de Fabricação de Etanol do Estado), André Rocha, foi bem porque é articulado, mas não convenceu. Um parlamentar diz que ele “apenas consolidou a ideia de que o setor sucroalcooleiros recebeu demais do Estado e deu pouco, pouquíssimo em troca”. 

Ver mais

Deputado da base de Caiado ataca secretário de Esportes e sugere demissão de Rafael Rahif

Aconteceu uma cena improvável na Comissão de Educação e Esportes da Assembleia Legislativa nesta segunda-feira: um deputado da própria base de apoio do governador Ronaldo Caiado (DEM) sugeriu ao Palácio das Esmeraldas que analise a possibilidade de se demitir o secretário de Esportes, Rafael Rahif. Vinícius Cirqueira (Pros) afirmou que desde que Rahif assumiu, “o esporte no Estado parou”. “Ou o governador dá um choque de gestão lá, ou demite o secretário”. 

Ver mais

André Rocha, da Sifaeg, reconhece: tentou sabotar CPI dos Incentivos Fiscais

Provocado por uma pergunta do deputado estadual Henrique Arantes (PTB), o presidente do Sindicato da Indústria de Fabricação de Etanol do Estado (Sifaeg), André Rocha, reconheceu há pouco que mexeu os pauzinhos para tentar impedir que a CPI dos Incentivos Fiscais fosse criada na Assembleia Legislativa. André conta que organizou um café da manhã no Empório Saccaria para tratar do assunto: “nós, empresários, temos o entendimento de que CPI tumultua o ambiente dos negócios”, afirmou. 

Ver mais

Presidente da Sifaeg diz que não sabe de usina de etanol que vendeu crédito recebido do Estado

O presidente do Sindicato da Indústria de Fabricação de Etanol do Estado (Sifaeg), André Rocha, afirmou há pouco, na CPI dos Incentivos Fiscais, que não sabe se existe alguma usina de etanol que vendeu para outra um crédito recebido como incentivo do governo de Goiás. “Caso isso tenha acontecido, foi dentro da lei e com autorização da Secretaria da Fazenda”, afirmou André. O relator da CPI, deputado Humberto Aidar, diz que esta tratativa, apesar de legal, é imoral.  

Ver mais

Talles critica secretário de Esportes de Caiado: “não dá conta de fazer uma corrida de rua”

O deputado estadual Talles Barreto (PSDB), presidente da Comissão de Educação da Assembleia Legislativa, afirmou nesta segunda-feira que os oito meses de trabalho do secretário de Esportes, Rafael Rahif, foram pífios. “Ele está desde janeiro do cargo e não criou um programa, não conseguiu organizar uma corrida de rua”. Rahif foi atacado inclusive por Vinícius Cirqueira, deputado da base do governador Ronaldo Caiado (DEM), que defendeu a sua convocação para tomar um aperto na Casa.

Ver mais

Sob comando de Talles Barreto, comissão de Educação vai enfrentar Caiado para proteger UEG

A Comissão de Educação da Assembleia Legislativa, presidida pelo maestro da oposição ao governador Caiado, deputado Talles Barreto (PSDB), acaba de aprovar um cronograma de ações para impedir que Caiado destrua a Universidade Estadual de Goiás (UEG). Talles e a procuradoria da Assembleia acionarão a Justiça para impedir que o governo inclua o gasto com a UEG nos 25% previstos constitucionalmente para Educação (hoje este percentual é coberto só com educação básica). “O que está por trás disso é a intenção de estrangular financeiramente a UEG e diminuir os gastos com ensino básico”, afirma Talles. 

Ver mais

Brigar com Cláudio Meirelles é mau negócio para Caiado. Deputado trava projetos na CCJ

O governador Ronaldo Caiado (DEM) já percebeu que é mau negócio ter o deputado estadual Cláudio Meirelles (PTC) na oposição. Cláudio faz mais estrago que a oposição “frango de granja”, como são conhecidos Lucas Calil (PSD) e Gustavo Sebba (PSDB). O parlamentar do PTC é primeiro-secretário da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e, sem a assinatura dele, projeto nenhum da Governadoria anda. Além disso, Cláudio é bom de tribuna e profundo conhecedor do regimento interno. Por estes motivos, Caiado deflagrou uma operação para se reaproximar do desafeto.

Ver mais

ATENÇÃO, SERVIDOR: Caiado veta item da LDO que previa reajuste geral de salários em 2020

O servidor público do Estado – seja ele do poder Executivo, Judiciário ou Legislativo – precisa colocar as barbas de molho: o governador Ronaldo Caiado (DEM) vetou o artigo 82 da Lei de Diretrizes Orçamentárias, que previa “revisão geral” das remunerações, subsídios, proventos e pensões dos servidores ativos e inativos em 2020. A matéria está tramitando na Assembleia Legislativa. Se o veto for mantido, é possível que não haja data-base no ano que vem. 

Ver mais

Caiado veta artigo da LDO que abria caminho para criar um Fundo para o Entorno do DF

Entre as muitas maldades do governador Ronaldo Caiado (DEM) materializadas em vetos a artigos da Lei de Diretrizes Orçamentárias, uma atinge os municípios da região do Entorno do Distrito Federal (DF). Caiado vetou o artigo 89, que abria caminho para que o poder Executivo criasse um Fundo para região, com dotação orçamentária própria. A justificativa para o veto: “é matéria de iniciativa reservada ao chefe do poder Executivo”. 

Ver mais

Roceiro de boutique? Deputado Amauri ostenta camisa Ralph Lauren de quase R$ 400,00

O deputado estadual Amauri Ribeiro gosta de se apresentar como sujeito caipira, roceiro e bruto. O verdadeiro peão da roça, lá do interior. Mas, parece que o parlamentar já caiu na tentação da vida mais luxuosa. No tour pelo Sul goiano, nesta quinta-feira, onde visitou Morrinhos e Caldas Novas, Amauri ostentava uma bela camisa da grife Ralph Lauren. A vestimenta não é fácil de encontrar por aí. Geralmente só em lojas bem especializadas, talvez por encomenda ou comprando diretamente do site da marca. No site da Ralph Lauren, uma camisa similar está custando 89 dólares, cerca de R$ 400,00.

Ver mais

Caiado veta item da LDO que o obrigava dar tratamento igual a deputados governistas e de oposição

O governador Ronaldo Caiado (DEM) vetou o artigo 57 da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), que obrigava-o a dispensar tratamento igualitário aos deputados estaduais governistas e de oposição no que tange ao pagamento de emendas parlamentares. O artigo 1 diz: “É obrigatória a execução orçamentária e financeira, de forma equitativa, de das programações decorrentes de emendas parlamentares individuais impositivas”. Na sequência, o artigo 2 explica: “Considera-se execução equitativa a execução das programações que atenda, de forma igualitária e impessoal, as emendas apresentadas, independentemente da autoria”. 

Ver mais

Caiado provoca deputados e veta artigo da LDO que dá autonomia financeira à Assembleia

Em mais um ato de provocação aos deputados estaduais, o governador Ronaldo Caiado (DEM) vetou dois artigos da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) que dariam maior autonomia financeira à Assembleia: um diz que o repasse do duodécimo tem quer automático na data combinada, sem enrolação, e outro diz que a Secretaria de Economia é obrigada a liberar créditos adicionais se a Assembleia fizer a indicação dos recursos. Na justificativa, Caiado diz que a aprovação destes itens tiraria o sentido de existir da Secretaria de Economia, que é a de verificar a viabilidade dos repasses. 

Ver mais

Briga feia: Caiado veta item da LDO que dava maior autonomia a tribunais de contas para montar orçamentos

Entre os muitos vetos do governador Ronaldo Caiado (DEM) a emendas apresentadas por deputados estaduais à Lei de Diretrizes Orçamentárias, em tramitação na Assembleia Legislativa, um provavelmente incomodou os tribunais de contas. Caiado vetou o item que conferia maior autonomia para estas cortes na formação de seus orçamentos anuais. A justificativa do governador para o veto foi dura. 

Ver mais

Desde que Caiado engrossou a voz com ele no início do ano, Lucas Calil não aprumou mais na Assembleia

No começo de 2019, o governador Ronaldo Caiado (DEM) foi à Assembleia legislativa para mostrar como havia recebido o Estado. Questionado pelo deputado Lucas Calil, Caiado engrossou a voz e disse que uma das suas ações seria extinguir pastas sem função usadas só para acomodação política, como a que Lucas ocupou. O deputado ficou desnorteado e, desde então, nunca mais endireitou. Só anda amuado pelos cantos. 

Ver mais

Moção de Rafael Gouveia contra ideologia de gênero é peça de teatro pastelão de 5ª categoria

A moção aponta os professores como agentes de doutrinação comunistas. Transforma escolas em locais onde uma criança pega no órgão sexual da outra, o que é que uma mentira descabelada de um deputado que, amparado no radicalismo, tenta seduzir os evangélicos que comungam das mesmas crenças religiosas que ele. A moção é patética. O comportamento do deputado nos seus primeiros oito meses de mandato é patético. Esta moção foi a cereja do bolo. 

Ver mais

Henrique César sincerão: “ninguém tem informação para defender governo Caiado no plenário”

O deputado estadual Henrique César (PSC), que é da base do governador Ronaldo Caiado (DEM) e foi o mais votado da eleição de 2018, fez um desabafo há pouco na sessão da Comissão de Tributação e Finanças da Assembleia: “a gente não recebe informações para vender o governo no plenário, nas comissões. Já comentei isso com o Bruno [Peixoto, líder do governo na Casa], mas não adiantou”. Enquanto os governistas batem cabeça, a oposição surfa. 

Ver mais

Talles sugere que Caiado use melhor o Credeq para atender dependentes químicos

O deputado estadual Talles Barreto (PSDB), maestro da oposição na Assembleia Legislativa sugeriu nesta quarta-feira ao governador Ronaldo Caiado (DEM) que utilize melhor a estrutura dos cinco Credeqs já inaugurados para atender dependentes químicos. “É muito pouco atendimento para um estrutura tão grande. O apoio do Credeq é muito grande e cabe ao governo aprimorar. É quase um hospital e atende poucos pacientes”. 

Ver mais

EXCLUSIVO: secretário mauricinho de Saúde presta contas na Assembleia dia 11

Ismael Alexandrino, o mauricinho que coordena a secretaria estadual de Saúde, prestará contas do seu primeiro quadrimestre de trabalho na Comissão de Tributação, Finanças e Orçamento da Assembleia Legislativa no dia 11 de setembro. Será uma ótima oportunidade para falar da morte de pacientes e do fechamento do Hospital Materno Infantil e do atraso nos salários dos funcionários do Hospital de Doenças Tropicais (HDT). No dia 28 de agosto, será a vez de Cristiane Schmidt, secretária de Economia. 

Ver mais