O Popular: para leitores, Assembleia renderia mais para Goiás se… fechasse as portas e deputados novatos são piores que os veteranos

O Popular estampa nesta sexta-feira duas cartas de leitores – duríssimas na avaliação da Assembleia Legislativa. Os dois criticam o desperdício do tempo dos deputados estaduais com inutilidades e irrelevâncias. Um chega a sugerir que a Assembleia, para dar uma boa contribuição a Goiás, feche as portas. Outro acha que os deputados novatos são piores que os veteranos.

Ver mais

“Alimentação parlamentar”: deputado estadual paga sanduíche do McDonalds com recursos do contribuinte goiano

A Assembleia Legislativa pagou uma despesa do deputado Henrique Arantes, do PTB, no McDonalds: foram R$ 15,50, referentes a um combo (sanduíche + batatas fritas + refrigerante). Mas, em abril, o deputado gastou muito mais em restaurantes como o Tucunaré na Chapa e a Picanha naTábua, sempre por conta dos cofres públicos.

Ver mais

Atacadão: em uma sessão, Assembleia aprova 16 títulos de cidadania e 18 declarações de utilidade pública

O Popular, nesta quinta-feira, disse em manchete de primeira página que a pauta da Assembleia Legislativa é desperdiçada com”inutilidades”. E é verdade: em uma única sessão, na última terça, os deputados aprovaram 16 títulos de cidadania e 18 projetos declarando entidades diversas como de utilidade pública. Para quê?

Ver mais

Editorial de O Popular diz que deputados novatos decepcionaram ao se envolver com “questões pequenas” e “projetos inúteis”

O editorial de O Popular, nesta quinta-feira de Corpus Christi, traz uma dura admoestação para a Assembleia Legislativa, onde suas excelências continuam perdendo tempo com projetos inúteis e homenagens que perderam o significado. Pior: os novos parlamentares, que deveriam reciclar o Poder, estão ajudando a esvaziar a ação legislativa.

Ver mais

Projeto de Marquinho Palmerston fixando tempo para entrega de pizzas e sanduíches confirma: Assembleia é um Poder que não tem medo do ridículo

Tá rindo de quê, deputado Marquinho Palmerston? O seu projeto que fixa prazos para a entrega de pizzas e sanduíches, encomendados por delivery, jogou a Assembleia Legislativa no ridículo, mais uma vez. Tanto que a manchete desta quinta de O Popular destaca as “inutilidades” que consomem o tempo do Poder.

Ver mais

Major Araújo, o deputado “maluco beleza” que quer obrigar o Governo a dar R$ 1 mil para cada cidadão comprar uma arma

Major Araújo, do PRP, é um deputado que já consolidou a fama de “brigão” no plenário. Já avançou em colegas, quebrou microfones e protagonizou cenas em que gosta de se mostrar como “durão”. Agora, resolveu propor uma lei para obrigar o Estado a dar R$ 1 mil reais para quem quiser comprar uma arma de fogo.

Ver mais

Assembleia aprova 74 matérias em uma única sessão. Pena que tudo irrelevante e com importância zero para a sociedade

Nesta terça-feira, os deputados se desdobraram e aprovaram 74 projetos e requerimentos. Seria bom para Goiás se não se tratassem de matérias irrelevantes e sem importância para a sociedade. Foram títulos de cidadania, declarações de utilidade pública e até a oficialização da Festa da Pamonha em Colcalzinho.

Ver mais

Ulisses Aesse diz, no Diário da Manhã, que deputados novatos da Assembleia “parecem ter vento na cabeça”

“Parecem ter vento na cabeça”. É o que escreve o colunista Ulisses Aesse, no Diário da Manhã, ao avaliar o comportamento dos deputados novatos na Assembleia Legislativa. Trata-se de um grupo de 15 parlamentares governistas, alguns sem experiência política, que não abrem a boca e se isolam dos debates em plenário.

Ver mais

Jornalista debocha da Assembleia ao comentar “projeto” de Marquinhos do Privê: “Pode fechar aquilo lá e abrir um boteco”

Se o que queria era notoriedade a qualquer preço, o deputado estadual e ex-vice-prefeito de Caldas Novas Marquinhos do Privê (PSDB) conseguiu. Para decepção do deputado, daqui alguns meses ele vai perceber que o episódio não agregou bons adjetivos à sua atuação parlamentar, mas o transformou em mais uma caricatura da política brasileira.

Ver mais

Farra gastronômica com dinheiro público: em abril, deputados estaduais torram R$ 40 mil com restaurantes

Em abril, conforme a prestação de contas disponibilizada no site da Assembleia Legislativa, os deputados estaduais continuaram gastando – e bem – com restaurantes, por conta dos cofres públicos.Foram R$ 50 mil, que custearam as refeições de suas excelências em estabelecimentos como o Coco Bambu, Saccaria, Tucunaré na Chapa, Churrascaria do Walmor e até bares. Confira.

Ver mais

Festival de besteirol na Assembleia: deputado do PSDB propõe lei para obrigar entrega mais rápida de pizzas e sanduíches em Goiás

Demorou, mas começou: o festival de besteirol da Assembleia Legislativa, versão 2015, teve abertura de ouro com o projeto do deputado Marquinhos Palmerston – ex-Marquinhos do Privê – estabelecendo prazos para empresas de fast-food entreguem pizzas, sanduíches e outros pratos encomendados pelos seus clientes, por telefone ou internet.

Ver mais

Farra gastronômica: em fevereiro e março, deputados estaduais torraram R$ 115 mil com restaurantes, por conta dos cofres públicos

Os deputados estaduais torraram pouco mais de R$ 115 mil reais, em fevereiro e março, em restaurantes de Goiânia, alguns de luxo, como o L’Etoile D’Argent, onde Jean Carlo, do PHS, gastou R$ 2.063,00 reais. Detalhe importante: tudo por conta dos cofres públicos. Essa farra gastronômica é custeada pelo contribuinte goiano.

Ver mais

Deputados estaduais se reúnem e admitem que o ponto alto da Assembleia tem sido as “brigas” entre eles próprios

Eis o Poder Legislativo que temos: os seus próprios integrantes admitiram nesta terça, em reunião a portas fechadas que contou com 35 dos 41 deputados, que o destaque da Assembleia, até agora tem sido as brigas em plenário. Dois deles, Santana Gomes e Major Araújo, garantiram que não vão mudar o comportamento agressivo.

Ver mais

Confronto entre professores e seguranças da Assembleia Legislativa deixa ao menos três feridos. Assista o vídeo

O protesto começou durante a sessão plenária desta terça. Quando a Mesa Diretora suspendeu a sessão para reunião do Conselho de Ética, os professores saíram da Assembleia para se vestir com sacos de lixo, mas ao tentar regressar na Casa foram impedidos pela polícia legislativa. No esforço dos manifestantes para furar o bloqueio, o tumulto começou.

Ver mais

Presidente do PSDB diz que Daniel Vilela tem a cabeça “velha e carcomida” e como vereador, deputado estadual e federal “não produziu nada de relevante”

Em artigo em O Popular, o presidente estadual do PSDB, Paulo de Jesus, desclassifica as críticas do deputado federal Daniel Vilela, do PMDB, ao Governo do Estado: ele diz que o filho do prefeito Maguito Vilela sempre integrou o baixo clero e nunca fez nada de relevante como vereador, deputado estadual e deputado federal.

Ver mais

O Popular define o que se tornou a Assembleia na atual Legislatura: “Desordem em plenário, bate-boca e troca de ofensas”

A nota principal da coluna Giro, de O Popular, nesta segunda-feira, define a Assembleia Legislativa sob a gestão de Helio de Sousa como “perto de se transformar em um ringue”, onde reina “desordem em plenário, bate-boca e troca de ofensas”. As brigas entre os deputados estão perto de degenerar em agressão física.

Ver mais

Assembleia: Adib diz que há 12 anos não chegam empresas a Goiás. Não é verdade, vieram centenas, mas nenhum deputado governista rebateu

Segundo o deputado estadual Adib Elias, do PMDB, Goiás não recebe empresas novas há 12 anos. Isso está longe de ser verdade, porque vieram centenas e centenas de empresas – e continuam chegando. Mas nenhum deputado governista defendeu o Governo e mostrou a verdade. Por que a bancada do Governo se cala na Assembleia?

Ver mais