Goiás no Senado: Vanderlan completa 8 meses de mandato com atuação medíocre e sem qualquer iniciativa relevante

A atuação de Vanderlan Cardoso é medíocre e apagada nos primeiros oito meses de mandato, apontam jornalistas de Brasília e Goiás ouvidos pelo G24H. Eleito nas asas da onda de renovação que varreu o Pais em 2018, o empresário limita-se a ser uma mero coadjuvante no Senado, está ausente dos grandes debates nacionais e locais, não apresentou um projeto relevante e figura no baixíssimo clero do Congresso.

Ver mais

Na Record, Bolsonaro pede para ser entrevistado na Globo: “Me dá 15 minutos no Jornal Nacional”

Vai longe a briga entre o presidente Jair Bolsonaro e a TV Globo. Neste domingo, ele deu entrevista ao Domingo Espetacular, da Record, e nem assim conseguiu esquecer a concorrente e inimiga. “Então, sou uma pessoa que sou constantemente perseguida. E comprovo, com este último caso da senhora Marielle Franco. Desculpa aqui o linguajar: é um jornalismo sujo por parte da TV Globo. Inclusive eu os tenho desafiado: ‘TV Globo, me dá um espaço de 15 minutos, ao vivo, no Jornal Nacional pra explicar isso e mais coisas. E obviamente vou cobrar de vocês quem vazou isso para vocês’.”, afirmou Bolsonaro, desafiando a emissora carioca.

Ver mais

Kajuru foi principal apoiador: sancionada lei que institui a Política Nacional de Prevenção do Diabetes

O senador Jorge Kajuru (Cidadania-GO), principal defensor da causa no Senado, ressaltou que a diabetes é uma doença cara e, por isso, é importante que o Sistema Único de Saúde (SUS) ofereça informações e tratamento para a doença, que, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), atinge 16 milhões de brasileiros. Ainda de acordo com a OMS, a taxa de incidência de diabetes no Brasil cresceu 61% entre 2006 e 2016.

Ver mais

Eduardo Bolsonaro sai correndo para fugir da imprensa na Câmara. Assista o vídeo

Após destituir o líder do PSL na Câmara e assumir seu lugar, Eduardo Bolsonaro (SP) saiu correndo para fugir da imprensa. Ele apareceu no Plenário da Câmara de surpresa e fez fala breve contra o Foro de S. Paulo. Quando a imprensa foi abordá-lo ele correu, e muito, por três anexos do Congresso Nacional. Se esbarrou em pessoas, seu segurança derrubou um celular no caminho e no final, desceu as escadas que dá acesso ao anexo quatro da Casa.

Ver mais

O filho do presidente: conspiração derruba Waldir e bota Eduardo Bolsonaro como líder do PSL

O deputado federal Delegado Waldir até tentou, mas foi engolido pela conspiração pesada de Bolsonaro e seus filhos. Na manhã desta segunda-feira, o parlamentar goiano assumiu a derrota e reconheceu sua derrocada no posto da liderança do PSL. Eduardo Bolsonaro agora é o novo líder do partido na Câmara. No auge da crise, Waldir prometeu implodir o presidente e até chamou Bolsonaro de “vagabundo”.

Ver mais

“Delegado Paz e Amor”: em vídeo, Waldir recua e explica entrega da liderança do PSL

Esqueça aquele Delegado Waldir bélico e nervoso. Em vídeo gravado nesta segunda-feira, o deputado federal fala em tom pacífico e explica a entrega da liderança do PSL. Numa conspiração da pesada, Waldir perdeu o posto para Eduardo Bolsonaro, filho do presidente da República. Waldir tinha prometido implodir o presidente, mas agora percebe-se que ele está numa fase paz e amor e resolveu engolir a derrota.

Ver mais

Paulo Guedes deu boné em Caiado e até hoje ignorou Goiás completamente

Uma das cartadas do governador Caiado assim que assumiu o governo foi bajular o ministro Paulo Guedes. Sempre sorrindo, Caiado posou fotos ao lado do homem de confiança do presidente Bolsonaro e garantiu que Guedes ajudaria Goiás a sair do caos financeiro que ele apregoava. Mais de 10 meses se passaram e Paulo Guedes nunca fez nada objetivamente para Goiás. O ministro, claro, se concentra em sua árdua missão de reajustar a economia nacional e nunca deu bola para Caiado.

Ver mais

Pesquisa Veja/FSB: Moro empataria com Bolsonaro no 2º turno e venceria Haddad e Huck

Pesquisa exclusiva VEJA/FSB mostra que, num possível segundo turno, o ministro aparece numericamente à frente do presidente (38% a 34%), mas empatado tecnicamente, já que a margem de erro é dois pontos percentuais para mais ou para menos. Moro ainda derrotaria no segundo turno três outros presidenciáveis: o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), o ex-prefeito Fernando Haddad (PT) e o apresentador de TV Luciano Huck.

Ver mais

Pesquisa VEJA/FSB: Huck empata com Bolsonaro e vence Haddad no 2º turno

O apresentador Luciano Huck tem mostrado que pode, sim, ser candidato a presidente do Brasil em 2022. E não é que a pesquisa exclusiva VEJA/FSB mostra cenários promissores para Huck, que, em três simulações de primeiro turno pesquisados, aparece uma vez em terceiro e duas vezes empatado tecnicamente em segundo. Em um eventual segundo turno, ele empataria dentro da margem de erro com o presidente Jair Bolsonaro e derrotaria o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT).

Ver mais

Pesquisa Veja/FSB: Lula ainda é o principal nome da esquerda para enfrentar Bolsonaro em 2022

O ex-presidente Lula, que está preso, continua forte no cenário eleitoral, conforme mostra pesquisa Veja/FSB para a eleição de 2022. Um dos dados mais interessantes do levantamento, realizado entre 11 e 14 de outubro, consiste nas projeções do que seria hoje um confronto de segundo turno entre Jair Bolsonaro e as figuras mais conhecidas da esquerda. Lula perde por 46% a 38% (a margem de erro é de 2 pontos porcentuais para mais ou para menos), mas se sai melhor que políticos de fora da cadeia.

Ver mais

Vitória do prefeito Paulinho e da AGM: municípios goianos vão receber dinheiro do leilão do pré-sal

O Senado aprovou na noite de terça-feira (15), por unanimidade, o projeto que garante a distribuição a estados e municípios de parte do bônus de assinatura do leilão de campos excedentes do pré-sal. O presidente da AGM, Paulo Sérgio de Rezende (Paulinho), participou ativamente das articulações visando garantir a aprovação da matéria. No final, Paulinho agradeceu a todos os prefeitos pelo empenho e conclamaram para que “permaneçamos unidos pois a luta ainda não acabou”.

Ver mais

Vergonha nacional: José Nelto indicou vice-presidente nacional do Podemos para assessoria fantasma no governo Caiado

Líder do Podemos  na Câmara dos Deputados, o deputado José Nelto indicou o vice-presidente nacional do partido, Eduardo Machado, para uma assessoria fantasma no governo Caiado. Machado foi nomeado por Caiado como assessor especial do governador com salário de R$ 20 mil por mês, mas nunca apareceu para dar expediente. Nem sequer sala e lotação ele tem no governo.

Ver mais