Uma nova teoria: Caiado seria vice de Bolsonaro em 2022 e depois encerrando sua carreira política

Os boatos e teorias em cima da paixão de Caiado por Brasília não param de surgir. Nem mesmo o governo de Goiás foi capaz de matar a paixão louca de Caiado pela Capital Federal. O governador não sai de Brasília e agora passou a escoltar o presidente Bolsonaro na agenda nacional. Uma nova teoria vai se firmando: Caiado está trabalhando para ser vice de Bolsonaro na eleição de 2022. Cumpriria então sua última missão na carreira política e então se aposentaria, com quase 80 anos.

Ver mais

Agenda excessiva em Brasília: Caiado passa imagem de que não dá conta de governar ou quer ir pro governo Bolsonaro

Depois de passar o sábado inteiro pajeando o presidente Bolsonaro, Caiado ficou só o domingo em Goiás e nesta segunda-feira já está indo, de novo, para Brasília, onde participa de reuniões improdutivas e que não vão render nada para o Estado. Caiado chega a visitar Brasília três vezes numa única semana. Não é à toa que os boatos de que ele pode ser chamado para o governo Bolsonaro começaram a surgir.

Ver mais

Qual deveria ser o cargo de Caiado no governo Bolsonaro? Participe da enquete no Facebook do 24H

O governador Caiado não sai de Brasília desde que assumiu o Palácio das Esmeraldas e agora ainda passou a escoltar o presidente Bolsonaro, literalmente pajeando o chefe maior do Executivo nacional. Já existe boato de que Caiado estaria disposto a largar o governo de Goiás para virar estrela no governo de Bolsonaro. O Goiás 24Horas então lança a enquete: qual deveria ser o cargo de Caiado?

Ver mais

É bom Bolsonaro abrir o olho: Caiado sonha em ser candidato a presidente em 2022

O governador Caiado abandonou os trabalhos em Goiás, neste sábado, para acompanhar o presidente Bolsonaro em agendas no Rio de Janeiro e em São Paulo. São compromissos que não vão render um único centavo para Goiás. Ou seja, trata-se de pura badalação de Caiado em sua busca por holofotes. É bom Bolsonaro abrir os olhos porque pode estar dando abrigo para um possível rival em 2022, na sua reeleição. Não é segredo para ninguém que Caiado já queria ter disputa a presidência do Brasil no ano passado. Em entrevista para Marcelo Tas, neste ano, Caiado assumiu que ainda sonha em ser presidente.

Ver mais

MPF barra procurador de Goiás indicado por Bolsonaro para comissão sobre a ditadura

O Conselho Superior do Ministério Público Federal (MPF) rejeitou, em sessão na terça-feira, o nome do procurador Ailton Benedito, de Goiás, para integrar a Comissão Sobre Mortos e Desaparecidos Políticos. Ailton é conhecido por suas posições conservadoras. Ele havia sido indicado pelo presidente Jair Bolsonaro numa tentativa de mudar a cara do órgão, considerado pelo governo de viés contrário ao período da ditadura militar.

Ver mais

Em Brasília, Caiado continua falando, falando, falando e por aqui o salário atrasando

A foto que ilustra esse post é de agora à tarde e mostra o governador Caiado, sempre com o sorriso forçado, falando, falando, falando, em mais uma reunião, em Brasília. Por aqui, os servidores estaduais estão cansados de tanta lorota. O salário continua atrasando e não é pago dentro do mês trabalhado, conforme prometeu Caiado. Agora, surge a notícia de que o dinheiro referente ao salário de julho deve sair apenas no dia 12. Haja paciência.

Ver mais

Que fase! Na reconciliação, assessoria de Caiado erra nome do governador do DF e escreve “Ibanes”

Acostumada a cometer erros grosseiros de Gramática, a assessoria caiadista agora também erra nome de autoridades. Na noite de sexta-feira, Caiado e Gracinha receberam o governador do DF, Ibaneis Rocha, no Palácio. No fundo é uma tentativa de reconciliação, já que os dois se estranharam devido à fuga de empresas para o DF, que deixaram Goiás devido ao corte nos incentivos fiscais. A mãe de Ibaneis sofreu um acidente em Caldas Novas e a estrutura do Estado de Goiás na saúde foi usada, a pedido de Caiado. Isso reaproximou os dois governadores.

Ver mais

Coluna do DM: Flávia Morais, Rubens Otoni e Magda receberam o imoral auxílio-mudança da Câmara

A colunista Suely Arantes, do Diário da Manhã, escreve que os deputados federais goianos Flávia Morais, Rubens Otoni e Magda Mofatto receberam o imoral e polêmico benefício do auxílio-mudança, da Câmara Federal. O valor é de R$ 33,7 mil para que o parlamentar organize sua mudança para Brasília. Todos têm direito; até mesmo aqueles que foram reeleitos.

Ver mais

Bolsonaro sobre Eduardo embaixador: “Pretendo beneficiar um filho meu, sim”

O presidente Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira, via transmissão redes sociais, que vai mesmo beneficiar seu filho Eduardo, que quer assumir o cargo de embaixador nos Estados Unidos. “Lógico que é filho meu. Pretendo beneficiar um filho meu, sim. Pretendo, está certo. Se puder dar um filé mignon ao meu filho, eu dou. Mas não tem nada a ver com filé mignon essa história aí. É aprofundar um relacionamento com um país que é maior potência econômica e militar do mundo”, disse o presidente do Brasil.

Ver mais

Matéria do Correio mostra farra das verbas para viagens internacionais. Delegado Waldir aparece na lista com Paris e Londres

Matéria no site do Correio Braziliense mostra que deputado federais já gastaram R$ 2,6 milhões com verbas para viagens internacionais. Entre janeiro e julho deste ano, 134 deputados viajaram para mais de 40 cidades em todos os continentes. A maioria dessas viagens tem a ver com congressos e seminários sem futuro, que não vão render nada para a população. O deputado goiano Delegado Waldir aparece na lista, viajando para Paris e Londres.

Ver mais

Vídeo: Bolsonaro já garantiu que seu governo não teria indicação política. Agora quer o filho embaixador

Vídeo do mês de maio mostra o presidente Bolsonaro afirmando que seu governo não teria indicações políticas. Ele ainda reforça que seus ministros foram escolhidos por meio de critérios técnicos. Agora, Bolsonaro deve ter mudado de ideia totalmente. Porque quer colocar o filho Eduardo Bolsonaro como embaixador do Brasil nos Estados Unidos, sendo que o deputado não possui as qualificações necessárias para o importante cargo.

Ver mais