Leitor que chamou governador de “corrupto” pode nem existir. É justo usar o espaço para caluniar pessoas?

Jornal publica carta na qual o governador foi acusado de cometer crime de corrupção e o leitor não apresentou provas da sua afirmação. Publicações como O Estado de S. Paulo e O Globo, bem como revistas Veja e Época, por exemplo, rejeitam a publicação de textos com acusações sem provas – o que se caracteriza como calúnia.

Ver mais

PSDB nacional promove o invicto Marconi a comandante 4 estrelas na luta política contra o PT de Lula

Site Brasil 247 publica matéria avaliando a grande repercussão do discurso do governador Marconi na convenção nacional do PSDB, em que chamou o ex-presidente Lula de “canalha”. Portal afirma que “sem nunca ter perdido uma eleição popular, o governador de Goiás já faz a diferença na campanha do presidenciável Aécio Neves”.

Ver mais

Farra das medalhas da Câmara “homenageou” jornalistas da equipe de O Popular… logo quem

Numa versão mais econômica mas no mesmo caminho da Alego, a casa municipal entregou diploma a de jornalistas e comunicadores pelos “relevantes serviços prestados a Goiânia”. Entre eles estavam os editores de O Popular, Cileide Alves e Bruno Rocha Lima, cujo jornal já escancarou como manchete o bordão por conta da entrega excessiva de medalhas.

Ver mais