Vitti prevê ano produtivo, mas de ânimos acirrados na Assembleia

A Assembleia Legislativa retoma agenda de trabalho dia 15 de fevereiro próximo. Como o ano de 2018 é eleitoral, a expectativa é que o clima esquente, com o predomínio de debates apimentados entre situação e oposição durante as sessões. Presidente da Casa, o tucano José Vitti aposta que o ano será produtivo, apesar do acirramento da disputa eleitoral.

“Ano eleitoral sempre tem suas particularidades. Os debates ficam mais acalorados e os ânimos mais acirrados por conta do processo democrático. Mas, mesmo assim, a minha expectativa é que 2018 seja um ano produtivo e de bons resultados, assim como foi 2017”, observou.

Vitti disse que o corte de ponto dos parlamentares faltosos será regulamentado e entrará em vigor na volta do recesso, juntamente com o ponto biométrico. A mudança no controle da presença dos deputados foi aprovada no plenário durante o esforço concentrado do final do ano.

“A medida foi aprovada, agora vamos regulamentar. Minha sugestão é que sirva como justificativa para a ausência do parlamentar apenas motivos de saúde e atividades oficiais, quando o deputado representa a Casa em algum evento externo. Esse é meu entendimento, mas a regulamentação final será feita em conjunto com os demais parlamentares.”