Goiás 24 Horas está entre os cinco sites mais acessados durante as eleições em Goiás

Eleições, Goiás, Opinião

O Goiás 24 Horas é o único blog especializado em cobertura política a configurar entre os sites mais acessados durante as eleições em Goiás. Ficamos na quinta colocação, atrás de três jornais e um portal de notícias. O 24 Horas superou veículos de comunicação consagrados, como Interativa FM e Rádio 730.

Lúcia Vânia publica artigo em O Popular enaltecendo o trabalho da filha Ana Carla na Sefaz e defendendo a Lei de Responsabilidade Fiscal estadual

Goiás, Opinião

Em artigo publicado neste domingo em O Popular, a senadora Lúcia Vânia afirma que o trabalho da sua filha, a economista Ana Carla Abrão Costa, na Secretaria da Fazenda, conseguiu devolver o equilíbrio financeiro ao Estado. Ela faz ainda uma forte defesa da principal bandeira de Ana Carla na Sefaz, a proposta de uma Lei de Responsabilidade Fiscal estadual, alvo de críticas.

Diário da Manhã diz que o governo tem um “exército de jornalistas remunerados com altos salários” que fica em silêncio e não defende Marconi

Goiás, Opinião

Uma matéria de uma página, na edição desta sexta do Diário da Manhã, denuncia um “exército de jornalistas remunerados com altos salários” pelo governo do Estado, mas que, no entanto, mergulha em silêncio e não defende o governador Marconi Perillo de eventuais ataques, com medo de se comprometer.

Para Ângelo Cavalcante, “Caiado é improdutivo no Congresso porque não sabe pensar políticas públicas e é uma múmia política”

Goiás, Opinião

O economista, professor e doutorando Ângelo Cavalcante, da UEG, em seu artigo no site Brasil 247, lança um desafio: ninguém é capaz de apontar um único projeto ou uma única iniciativa do senador Ronaldo Caiado, em seus anos de atuação no Congresso Nacional. “Caiado é improdutivo como um latifúndio”, diz o professor.

Professor da UEG publica artigo chamando Caiado de “fóssil político vivo”, “prepotente”, “arrogante” e “anacronismo social”

Goiás, Opinião

Para o economista, professor e doutorando da UEG, Ângelo Cavalcante, dá vergonha ser goiano quando se tem, no Senado Federal, um representante como Ronaldo Caiado. Ângelo analisa o perfil de Caiado e faz um balanço dos longos anos que ele contabiliza no Congresso Nacional,sem nada de positivo para mostrar.

Lúcia Vânia: “Quarto mandato de Marconi não é para fazer mais do mesmo. É, sim, para usar a inovação como motor do desenvolvimento”

Goiás, Opinião

Enquanto a oposição se perde repetindo os ataques da campanha eleitoral do ano passado, o governador Marconi Perillo propõe a adoção de uma política estadual de inovação para estimular o desenvolvimento estadual. Em artigo em O Popular, neste sábado, a senadora Lúcia Vânia diz que inovação é o caminho para o futuro de Goiás e elogia a ideias de Marconi.

Acreditem quem quiser: artigo na página de opinião de O Popular exalta Hugo Chavez como “um dos maiores homens do nosso tempo”

Mundo, Opinião

Um certo Marcelo Barros, que se apresenta como “monge beneditino”, ganhou espaço na página de opinião de O Popular, o mais importante veículo de comunicação de Goiás, para exaltar a figura farsesca do comandante Hugo Chavez – sim, aquele que enterrou a Venezuela. Segundo o “monge”, Chavez é exemplo para o mundo inteiro.

Gomide vira colunista de O Popular, com artigos a cada 15 dias exaltando o PT. E, claro, nem uma palavra sobre mensalão, petrolão, pibinho e por aí afora

Goiás, Opinião

Rigoroso na seleção dos seus articulistas, O Popular está publicando, a cada 15 dias, um artigo do candidato derrotado do PT a governador, Antônio Gomide – que não se avexa em usar o espaço nobre que ganhou para exaltar o “modo petista de governar”. Nesta quinta, Gomide rasga elogios ao Prouni, sem se lembrar que o próprio Lula admitiu que o programa foi inspirado na Bolsa Universitária de Marconi.

Redes sociais aplaudem artigo de Fabiana Pulcineli sobre “quem cobra ética alheia e não dá o exemplo”, ou seja: o Ministério Público

Goiás, Opinião

As redes sociais repercutiram com furor o artigo da jornalista Fabiana Pulcineli, nesta segunda, em O Popular, apontando as incoerências do Ministério Público, que vergasta os políticos, mas segue no mesmo caminho deles quando se trata de vantagens salariais para procuradores e promotores. Veja algumas das postagens.

Nas redes sociais, promotores e procuradores se calam sobre artigo de Fabiana Pulcineli expondo os maus exemplos do Ministério Público

Goiás, Opinião

Os procuradores e promotores que vivem nas redes sociais falando mal dos políticos calaram-se vergonhosamente diante do artigo da jornalista Fabiana Pulcineli, em O Popular desta segunda-feira, em que ela expõe os privilégios e os benefícios salariais absurdos que o Ministério Público se autoatribui.

Fabiana Pulcineli desnuda o Ministério Público: “Só maus exemplos, privilégios, benefícios, relações pouco republicanas e patrimonialismo”

Imprensa, Opinião

Surpresa: nesta segunda-feira, o artigo de Fabiana Pulcineli esquece os políticos e deita a lenha no Ministério Público – estadual e federal. A jornalista lista os privilégios, vantagens salariais, cargos comissionados, pagamentos retroativos e outros absurdos que engordam os vencimentos de procuradores e promotores – justamente aqueles que deveriam zelar pela moralidade pública.

Em artigo no DM, Helvécio Cardoso diz que precisaria de todas as páginas do jornal para listar os problemas de Goiânia que Paulo Garcia não resolve

Goiânia, Opinião

Em novo artigo no Diário da Manhã, o sempre polêmico e erudito Helvécio Cardoso diz que precisaria de todas as páginas do jornal para listar as falhas que o prefeito Paulo Garcia (PT) não enxerga em sua própria gestão. Helvécio define o prefeito é um político miúdo, carente de criatividade e ousadia. Por isso, o desastre administrativo na capital.

Frederico Jayme sobre a tentativa de expulsar Júnior Friboi do PMDB: “Esse partido não cria juízo mesmo”

Goiás, Opinião

Em vez do bilionário Júnior Friboi, o PMDB deveria expulsar é Iris Rezende, que conduziu o partido a uma derrota acachapante na última eleição – tanto que a vantagem do governador Marconi Perillo foi três vezes maior que a de 2010. A afirmação é do conselheiro aposentado Frederico Jayme, em declarações ao diário O Hoje.

Afonso Lopes: “Marketing do PMDB errou ao tentar modernizar Iris. Em Goiás, a modernidade se chama Marconi Perillo”

Eleições, Goiás, Opinião

O marketing do PMDB errou, no 1º e no 2º turno, ao tentar “modernizar” Iris Rezende, afirma o comentarista Afonso Lopes. Iris é um político que vai na direção antagônica à da modernidade. Segundo Afonso, ficou fácil para o governador Marconi Perillo: “Em Goiás, o nome da modernidade é Marconi”, diz.

Helvécio Cardoso: “Com a sua campanha asquerosa de ataques, insultos e assalto à honra do adversário, Iris entrou galhardamente pelo cano”

Eleições, Goiás, Opinião

Em artigo no Diário da Manhã, nesta quarta-feira, o jornalista e polemista Helvécio Cardoso classifica de “asquerosa” a campanha de ataques, insultos e difamação desencadeada por Iris Rezende contra o governador Marconi Perillo. Segundo Helvécio, Iris não tem o que falar em termos de propostas e alternativas para Goiás.

Em artigo no DM, sobre a eleição, Maguito ignora o nome de Iris e elogia eleição do filho Daniel Vilela

Eleições, Goiás, Opinião

O prefeito de Aparecida, Maguito Vilela, publica artigo na edição desta quarta-feira do Diário da Manhã em que comenta a eleição deste ano e o resultado do 1º turno, mas não cita o nome do candidato do PMDB, Iris Rezende. Maguito tem sido alvo das críticas da deputada dona Iris Araújo, que o acusa de não ter trabalhado para ajudar a campanha de Iris.

Wilson Cunha: “PMDB caminha para a 5ª derrota sucessiva, exatamente por fazer campanha voltada para o egocentrismo e a vaidade de Iris”

Eleições, Goiás, Opinião

“A campanha do PMDB está fadada à derrota porque foi voltada para o egocentrismo e a vaidade do seu candidato, sem qualquer compromisso com o debate sobre projetos que contribuam com o desenvolvimento de Goiás”, diz o cientista político Wilson Ferreira da Cunha, da PUC.

Afonso Lopes esclarece Iris: 2º turno não é outra eleição nem começa do zero, mas sim do patamar obtido pelos candidatos no 1º turno

Eleições, Goiás, Opinião

Para o traquejado comentarista Afonso Lopes, Iris Rezende, está enganado quando afirma que o 2º turno é outra eleição, que começa no zero a zero. Não é, diz Afonso. E explica: “No 2º turno, os candidatos começam no patamar em que terminaram o 1º turno”. Ou seja: com Iris bem atrás de Marconi Perillo.

Sustentado pela aliança PT-PMDB, Paulo Garcia “é uma galinha decapitada girando doida pelo chão”, diz professor de História em artigo no DM

Goiânia, Opinião

“Goiânia não tem prefeito. Goiânia tem um complô de peemedebistas e petistas que empurrou a cidade para a desordem”, escreve o historiador Eduardo Cruvinel de Castro, em artigo no Diário da Manhã nesta terça-feira.O professor diz que o prefeito Paulo Garcia é o grande símbolo do desastre da aliança PT-PMDB em Goiânia.

Batista: “Iris gosta de dinheiro, evita livros, detesta jornalistas, acha que somente ele deve ser a estrela e é rancoroso demais”

Eleições, Goiás, Opinião

O diretor do Diário da Manhã, Batista Custódio, declara voto neste sábado ao governador Marconi Perillo e lamenta que o candidato do PMDB a governador, Iris Rezende, tenha mais uma vez escolhido o caminho do ódio para a sua campanha. “O mal trabalha contra si mesmo” e por isso Iris vai perder, prevê Batista.