Advogado Júlio Meirelles critica desperdício da OAB Goiás em gastos com publicidade

“Não falta espaço para o desperdício na atual gestão”. É o diz o advogado Júlio Meirelles a respeito dos gastos com publicidade ordenados pelo presidente da Ordem dos Advogados do Brasil em Goiás (OAB-GO), Lúcio Flávio de Paiva. Lúcio acaba de gastar pelo menos R$ 20 mil com anúncio publicado no jornal O Popular.

Gerente da Amma que acabou com seu direito de fazer denúncia anônima por excesso de barulho foi indicada ao cargo por Caiado

Mariana Gidrão, gerente de fiscalização da Agência Municipal de Meio Ambiente (Amma) que acabou com o seu direito de fazer denúncias anônimas contra o vizinho que bebe demais e exagera no barulho de madrugada, foi indicada para o cargo pelo senador Ronaldo Caiado (DEM) e faz campanha em favor dele nas redes sociais.

“Auxiliares do governo são vaidosos e não citam Marconi nas entrevistas. Exceção é Jayme Rincon”, diz jornalista. Assista ao vídeo

O presidente da Agência Goiana de Transportes e Obras Públicas (Agetop), Jayme Rincon, é o único auxiliar do governo que cita o governador Marconi Perillo (PSDB) em entrevistas. Os demais, vaidosos, guardam para si os méritos da administração. Este é o comentário de Cristiano Silva, editor do blog.

Jornal Opção: em resposta a Andrey Azeredo, que não estaria cumprindo promessas feitas na eleição para presidente da Câmara, vereadores ameaçam prejudicar Iris

O fato de a Câmara Municipal de Goiânia estar em recesso desde o dia 2 de janeiro não impede que a oposição ao presidente recém-eleito da Casa, Andrey Azeredo (PMDB), continue a crescer. Além do grupo de nove vereadores liderado por Elias Vaz (PSB), já existe resistência a ele dentro da própria base aliada ao Paço Municipal. E, para prejudicar Andrey, o curioso é que estão mirando no prefeito Iris Rezende (PMDB).

Inveja de Marconi? Coluna Giro registra que nenhum deputado goiano do PMDB compareceu ao lançamento do Cartão Reforma, em Brasília

Na solenidade de lançamento do programa Cartão Reforma, ontem em Brasília, o governador Marconi Perillo foi destaque. Ficou no palanque junto com o presidente Michele Temer e discursou. O programa do governo federal foi inspirado no Cheque Moradia, criado por Marconi em 2000. O texto da nota ainda afirma que o governador goiano foi cortejado por Temer e ministros.

O Popular: mesmo com País em crise, Goiás é campeão na geração de empregos

O jornal O Popular deste domingo informa que Goiás liderou a criação de vagas formais no primeiro semestre, com 1,6 mil novos postos de trabalho. “Mesmo diante da crise econômica nacional, Goiás se mantém em destaque na geração de empregos no Brasil”, diz a reportagem.

Daniel Vilela quer extinguir pequenos partidos: “Pouco ou nada contribuem para o debate político nacional”

O deputado federal Daniel Vilela (PMDB) afirma que vai trabalhar pela extinção dos pequenos partidos na Comissão da Reforma Política, da qual vai fazer parte. “Hoje temos 35 partidos políticos registrados pelo TSE, sendo que boa parte deles não conta com uma matriz ideológica e programática consistente e pouco ou nada contribuem para o debate político nacional. Isto atrapalha até a governabilidade”, ataca Daniel.

Adriana Accorsi defende fiscalização do contrato do transporte coletivo. Justo o que Paulo Garcia, que é do seu partido, não fez

A candidata a prefeita Adriana Accorsi (PT) defende fiscalização rígida dos contratos do transporte coletivo na Capital, algo que o seu companheiro de partido e prefeito Paulo Garcia (PT) negou-se a fazer nos seus seis anos de administração. Adriana, que já carrega o fardo da má avaliação de Paulo Garcia, está prestes a ter também de conduzir a sua candidatura em paralelo a uma paralisação do transporte coletivo.

Virmondes defende um novo jeito de fazer política, mas pôs a mãe na vice de Waldir enquanto apoia Vanderlan

O deputado estadual Virmondes Cruvinel (PPS) é um desses políticos que usa a pouca idade para associar-se a novos ideais – ou pelo menos a um novo jeito de fazer política. Mas nesta terça-feira ele mostrou que pode agir como uma das raposas matreiras de décadas atrás. Ratificou a indicação de sua mãe, a ex-deputada Rose Cruvinel (PMN), para vice de Delegado Waldir (PR) enquanto apoia Vanderlan Cardoso (PR) na eleição para prefeito de Goiânia.

Luiz Bittencourt é o único candidato da base aliada que cresceu na pesquisa Serpes

Engenheiro Luiz Bittencourt (PTB) foi o único candidato da base aliada do governo estadual que cresceu na pesquisa Serpes. A segunda rodada foi divulgada neste domingo. Bittencourt passou de 0,8% para 2,6%. O deputado federal Giuseppe Vecci (PSDB) tinha 3% e agora aparece com 2,4% e Francisco Júnior (PSD) perdeu 0,4 ponto e tem 2,0%.

Jornal O Popular diz que prefeitura “apagou incêndio jogando combustível” ao apreender carros do Uber em Goiânia

Reportagem publicada pelo jornal O Popular nesta quarta-feira afirma que a prefeitura de Goiânia “apagou incêndio jogando combustível” ao apreender quatro veículos do Uber no setor Bueno, na última segunda-feira. O texto diz que, em vez de pacificar a contenda entre Uber e taxistas, a apreensão deve desencadear uma onda de protestos organizados pela Associação dos Profissionais de Transporte Individual Remunerado (Aptigo).

Os piores da história: segundo o Diário da Manhã, até o presidente da AGM acha que os atuais prefeitos estão muito mal e não conseguirão se reeleger

A atual safra de prefeitos em Goiás é tão ruim, do ponto de vista administrativo, que até o presidente da Associação Goiana dos Municípios, Cleudes Baré, tem convicção de que a maioria será massacrada nas urnas, em outubro próximo, caso tenha a coragem de tentar a reeleição. Confira.

Jornal Opção diz que Dona Iris tá doidinha para volta à Câmara e por isso tenta empurrar Lucas Vergílio na vice de Iris

Dona Iris, que foi derrotada em 2014, é suplente do deputado federal Lucas Vergílio. Ela então quer emplacar Lucas como vice de Iris na prefeitura de Goiânia e assim abrir vaga para ela na Câmara. Tem dois problemas aí. Primeiro que o setor de seguros, que bancou a candidatura de Lucas, prefere vê-lo na Câmara, claro. Segundo que deixar a Brasília para ser vice decorativo de Iris é dose para leão.

Política de Goiás está empobrecida pela falta de formulação e de projetos para o futuro: governo só fala em ajuste fiscal, oposição se limita a atacar e criticar

Para o governo do Estado, Goiás se resume a uma questão de ajuste fiscal, ou seja, de receitas e despesas. Para a oposição, a prioridade é falar mal e criticar. Assim não dá. O debate político está empobrecido em Goiás e não avança no sentido da formulação de novas ideias e projetos para o futuro dos goianos.