Após remoção autoritária de oficiais por Roller e Caiado, MP obtém liminar para retorno de policiais para lotações de origem. Veja a decisão

O juiz da Comarca de Formosa Lucas Siqueira concedeu liminar com efeito suspensivo imediato ao Ministério Público de Goiás (MP-GO) determinando o imediato retorno de dois oficiais da Polícia Militar para suas lotações anteriores na corporação.

Conforme mostrou o G24H, o capitão Luíz Jeová do Couto e o Tenente Flávio Rodrigues Pacheco haviam sido removidos, sem qualquer justificativa ou comunicação prévia, dos postos ocupados no 16.º Batalhão de Polícia Militar de Formosa para quartéis em São João da Aliança e Alto Paraíso de Goiás.

A remoção foi recebida como ato de perseguição política contra os oficiais, executados pelos comandantes Renato Brum dos Santos e Luíz Antônio Raíza por determinação do secretário de Governo Ernesto Roller, ex-prefeito de Formosa, com autorização expressa do governador Ronaldo Caiado (DEM).

“Ante o exposto, forte nos argumentos acima explanados, defiro o requerimento, determinando a suspensão dos efeitos do ato administrativo que promoveu a remoção/transferência dos oficiais”, decidiu o juiz Lucas Siqueira, no dia 9. “Por consequência, determino o retorno dos mencionados oficiais à lotação de serviço anteriormente ocupada, qual seja no município de Formosa, até decisão final”, disse ainda o magistrado.

Publicacao1557516516630