Servidor denuncia: “Com medidas de Caiado, Crer está um caos”

Servidor faz denúncias sobre situação do Crer, depois das medidas
impostas por Caiado, que prevêe a  diminuição de verba e meta dobrada.
Os cortes impossibilitam a continuidade dos serviços.
“Está difícil trabalhar por aqui. Antes trabalhava por três e agora
vou ter que trabalhar por seis. Mesmo com o quadro completo não
conseguimos atender toda a demanda que chega ao Crer. A perda de
profissionais vai piorar essa realidade que já é difícil”, denuncia um
profissional, segundo o jornal o Popular..
Um outro profissional da saúde, ainda no Popular, afirmou que além
das demissões, alguns cargos estão sendo extintos. Além disso, cargas
horárias estariam sendo modificadas com o objetivo de reduzir
salários. “Estão deixando os funcionários sem opção de escolha. Mudam
carga horária e diminuem os salários. Quem não aceita é mandado
embora. Está um caos”, completa.