Bolsonaro sobre protestos de estudantes: “Movimento do pessoalzinho que eu cortei verba”

O presidente Bolsonaro chamou neste sábado (18) os protestos contra o corte na educação que ocorreram na semana passada de “movimento do pessoalzinho aí que eu cortei verba”. Bolsonaro esteve na portaria do Palácio da Alvorada de sandália, short amarelo e a camisa do segundo uniforme da Seleção Brasileira para cumprimentar 36 estudantes de uma escola privada de São Paulo que, de longe, gritavam “oh, Bolsonaro, cadê você? Eu vim aqui só pra te ver”.

Ao cumprimentar os estudantes, perguntou espontaneamente a eles sobre as manifestações.

“E este movimento do pessoalzinho aí que eu cortei verba, o que vocês acharam?”, indagou Bolsonaro.
“Um lixo. A gente é estudante de verdade. A gente estuda”, respondeu um dos alunos do Colégio Bandeirantes, que, segundo dados coletados pelo Datafolha em 2017, tem mensalidade de mais de R$ 3 mil.

“Contingenciamento”, disse um outro aluno, após Bolsonaro falar em corte.

(com informações da Folha)