Tempo real: na Fieg, casa da indústria goiana, secretária insinua que pesquisa da Adial foi manipulada

Toda sorridente, a secretária de Economia de Caiado, Cristiane Schmidt, coloca sob suspeita pesquisa sobre incentivos fiscais feita pela Adial. Ela disse na cara dos líderes da entidade que o resultado indicando a população favorável a incentivos é questionável. “Se você perguntar quem quer uma nova indústria no Estado, gerando emprego e renda, todos dirão que sim”, exemplificou. Para ela, a pesquisa foi, no mínimo, questionável.

Ainda segundo Schmidt, existe uma grande desinformação quando se trata de benefícios fiscais.

Ela quer ter acesso à metodologia do levantamento.

Atrevida a moça.