Tayrone estava indo bem, mas tem recaída e volta a tropeçar ao retirar assinatura da CEI

O vereador Tayrone Di Martini (PT) tinha assumido postura crítica ao aumento da tarifa de ônibus e às péssimas condições do transporte coletivo.

Mas, nesta quarta-feira o vereador deu 13 passos para trás. Ele foi um dos que retirou a assinatura da CEI do Transporte Coletivo, proposta por Djalma Araújo.

Será que Tayrone ficou com medo de Célia Valadão e Clécio Alves, que foram os encarregados de pressionarem os vereadores que assinaram o primeiro requerimento.

O que houve Tayrone? Você estava indo bem…