AD

Em almoço com Lissauer e mais 10 deputados, Humberto Aidar sugere prioridade nos projetos dos parlamentares neste 2° semestre

Na tentativa de dar maior agilidade às propostas apresentadas pelos deputados, Humberto Aidar se reuniu ontem, 31, quarta-feira, com Lissauer Vieira (PSB) e mais 10 deputados para propor mudança de prioridade nas votações em plenário.

O presidente da Assembleia acatou a sugestão do presidente da Comissão de Constituição, Justiça e Redação e a partir desse semestre haverá mudanças na condução das votações. Até aqui, a preferência era dada ao governo, contudo, Aidar quer que os projetos dos deputados tenham mais espaço na Casa. “Votamos muitos projetos do governo e pouco dos deputados. Precisamos inverter essa lógica”, declara.

Na CCJ, Aidar tem promovido agilidade nos processos dos parlamentares, entretanto, eles ficam travados nos trâmites seguintes por conta da prioridade que é dada aos interesses do executivo estadual. “A Assembleia não pode ficar só por conta de apreciar projeto de governo. Não tem sentido. Tem excelentes projetos que passam pela CCJ, mas caducam porque a gente tem apreciado só matérias de governo”, queixa-se.

No almoço, Humberto Aidar disse ao presidente que o Parlamento deu o apoio que poderia dar ao executivo. “Do governo nós fizemos o que tinha que fazer: aprovamos todos os projetos. Eles têm importância, mas nós não podemos deixar de dar importância aos projetos dos parlamentares, caso contrário, vamos passar o resto do ano e as pautas vão caducar”, disse.